Destaques


Por Blog da Hida •
07 novembro 2020

'Bom Dia, Verônica' escancara a violência contra a mulher



Você assistiu “Bom Dia, Verônica”produção nacional da Netflix? O que achou? Eu vi a primeira temporada da série e antes mesmo de dizer o que achei, preciso fazer alerta importante sobre o conteúdo: “Bom Dia, Verônica” é torturante. A classificação indicativa em 18 anos não é à toa: a produção da Netflix tem cenas fortes de mortes, violência psicológica e agressões físicas. Então, se você for sensível com esse tipo de conteúdo, é fundamental saber que há muitos gatilhos. 


“Bom Dia, Verônica” é baseada no livro homônimo de Ilana Casoy e Raphael Montes (que o escreveram sob o pseudônimo Andrea Killmore). Ilana Casoy é criminóloga e dedicou-se a estudar perfis psicológicos de criminosos, especialmente de serial killers. Já Raphael Montes é escritor e roteirista brasileiro de literatura policial.


Os atores Tainá Müller, Eduardo Moscovis e Camila Morgado atuam como personagens principais na série da Netflix. Tainá é Verônica; uma escrivã policial; Moscovis vive o Brandão – um policial que agride a esposa –; e Camila Morgado é Janete, a esposa de Brandão e vítima de violência.


Verônica Torres trabalha como escrivã na Delegacia de Homicídios de São Paulo. Após presenciar o suicídio de uma mulher vítima de um golpista na internet, ela decide investigar casos de mulheres vítimas de violência. 


O que diferencia Verônica dos demais colegas da delegacia é a capacidade de ouvir as vítimas. Ela deixa as mulheres numa posição confortável para que possam contar exatamente o que estão passando. A partir dessa escuta sensível e um processo de conversa com muita empatia, Verônica se coloca no lugar do outro e dá relevância para os casos. Quando começa a fazer investigações, Verônica enfrenta machismo e corrupção dentro da delegacia em que trabalha. Todos esses problemas no sistema vão inviabilizando o trabalho dela e trazendo dramas familiares e pessoais que Verônica precisa solucionar na própria vida. 


A série aborda machismo, feminicídio e abusos de forma muito profunda e assustadora. Confesso que todas as cenas de violência me causaram tristeza por causa do sofrimento das vítimas. Além de mostrar que a vítima de violência necessita de atenção, “Bom Dia, Verônica” reforça que os casos de violência contra mulheres são problemas de todo mundo e que a sociedade não pode fechar os olhos para isso. 


Comentários via Facebook

2 Comentários:

  1. Quero muito ver a série.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  2. tenho a impressão de já ter ouvido falar sobre essa série, mas nunca assisti - e confesso que nem sabia que era uma produção nacional da netflix. gosto bastante de consumir séries/filmes com esse assunto, apesar de ser super pesado. adicionei na minha listinha pra poder acompanhar!

    um beijo,
    gabi ramalho ♥

    ResponderExcluir

siga no instagram hidaianarosa
subir

Blogger © Blog da Hida

Referência: pipdig.co • Desenvolvido com por iunique