Início Sobre contato anuncie recomendo

Como é o processo de fabricação do café


A água aquecida passa pelo coador, levando os tons escuros do café para o bule. O aroma invade o ambiente, despertando a criatividade e deixando as conversas mais acolhedoras. Contudo, existe um longo processo industrial para que uma das bebidas mais tradicionais do mundo possa fazer parte do nosso cotidiano. Após a colheita, o café passa por secagem, torra, moagem e depois é levado para a embalagem. Logo em seguida o produto vai para as gôndolas dos supermercados, até chegar na sua xícara. O Blog da Hida visitou a fábrica Café Canecão, localizada no bairro São Bernardo, em Campinas, para conhecer os segredos da produção do café. Acompanhe, a seguir, como é o processo de fabricação do café.

Natal Martins, diretor de Marketing da empresa Café Canecão, explica processos de produção / Foto: Franciely dos Santos
O Café Canecão é uma empresa 100% brasileira que vai fazer 55 anos em julho. Desde 1962 a marca é responsável pela torrefação, moagem e comercialização de cafés e outros produtos que levam a qualidade Café Canecão. Aliando tecnologia, inovação e o conhecimento de profissionais que conhecem os melhores processos de seleção de grãos, o Café Canecão investe continuamente na qualidade e desenvolvimento de seus produtos. Sua moderna fábrica em Campinas, em São Paulo, produz diariamente 10 toneladas de café beneficiado e pronto para o consumo, abastecendo os principais mercados do interior paulista. [Fonte: Site Café Canecão]
Café torrado / Foto: Franciely dos Santos
Entre os diversos produtos oferecidos aos clientes, o Café Canecão tem a linha Orchestra Café, um blend especial de grãos selecionados 100% Arábica, elaborados em ponto de torra média, que proporciona acidez mais equilibrada, aroma e sabor marcantes. Esse produto é vendido apenas pela loja virtual Café Canecão e pode ser encontrado em três tipos de moagens: pulverizada ultrafina (compatível para ser preparada em Ibrik - café turco), clássicas (superfina, fina, média e grossa - compatíveis com coador de pano, filtro de papel, máquina de café espresso com porta filtro e cafeteira) e americanas (regular, grossa e extragrossa - compatíveis com prensa francesa e cafeteira elétrica). "As moagens mais finas têm um café mais forte. Já as mais grossas têm um café mais suave. É o mesmo café, mas a forma da moagem muda a intensidade", explica a analista de Qualidade da empresa Café Canecão, Adriana Ogata.

"O nome Orchestra tem tudo a ver com harmonia, balanço. É um produto especial, que foi pensado em ser vendido pela internet, em pequenas quantidades", explica o diretor de Marketing do Café Canecão, Natal Martins, ao comentar sobre a proposta da linha Orchestra. 

Os três tipos de moagens e as suas respectivas modalidades / Foto: Franciely dos Santos



Ainda segundo Martins, a empresa vende 300 toneladas de café por mês, mas antes de ser comercializado o produto passa por etapas mecanizadas como secagem, torra e moagem. Após pronto, o café é submetido a testes e classificação que são feitos pela equipe de qualidade. Cada lote do produto tem amostras que são armazenadas por um certo tempo para que a empresa tenha registro da qualidade do que foi produzido. O Café Canecão tem 12 degustadores sensoriais que realizam análises nos produtos para checar aromas e intensidade do café produzido na fábrica. "Guardamos amostras de tudo o que é feito para ter um controle maior dos processos", conta o diretor de Marketing.

O que mais me surpreendeu durante a visita nas instalações da fábrica foi o processo de embalagem do café. Eu achava que isso era feito manualmente por uma pessoa que selecionava os "saquinhos" e depois pesava para saber se estava colocando a quantidade correta do produto. Mas não, gente, tudo é mecanizado e automático. Quando descobri isso percebi na prática o significado da expressão "SABE DE NADA, INOCENTE!". Saí de lá com cara de UAU! QUE IRADO! Explico: existe um cilindro com as embalagens já impressas. O equipamento vai dispensado o tamanho da embalagem suficiente para formar um pacote de determinada quantidade de café e logo em seguida o produto vai sendo embalado. Após tudo isso, uma outra máquina vai formando lotes com dezenas de cafés já embalados. Acompanhe nas imagens:

Embalagens usadas para o café / Foto: Franciely dos Santos

O café sai embaladinho, lindinho :) / Foto: Franciely dos Santos

Bem que poderia ter um jeito de enviar vários lotes desse para a minha casa / Foto: Franciely dos Santos
Após a embalagem, o café vai para o estoque e depois é distribuído para os supermercados e demais clientes. O estoque, inclusive, sempre conta com lotes estratégicos para sempre manter a produção e entrega em dia. 

É tudo meu! Tudo me pertence! Só que não! HAHAHA / Foto: Franciely dos Santos

O café sempre fez (e faz) parte da minha rotina. É uma bebida que me acompanha nas conversas com os amigos, no processo de produção de textos, no frio, no calor e em vários outros momentos. Quando recebi o convite da Andrea Vargas, da Agência Ágata Com, para conhecer a fábrica Café Canecão fiquei muito feliz porque iria produzir conteúdo diferente e interessante para o blog e também realizaria o sonho de saber como é o processo de fabricação do café. Foi uma experiência bacana e espero que você, leitor do Blog da Hida, tenha gostado. Além da Andrea e todo o pessoal da empresa Café Canecão, que me recebeu muito bem, deixo um agradecimento especial para a Franciely dos Santos, fotógrafa parceira do Blog da Hida responsável pelas fotos do post. Na foto abaixo, da esquerda para a direita: Adriana Ogata (analista de Qualidade do Café Canecão), Érica Araium (Blog Diálogos Comestíveis), Natal Martins (diretor de Marketing do Café Canecão), eu, Carla Falcão (Blog Amigas na Cozinha) e Helem Souza (Blog Amigas na Cozinha). 

Continue Lendo

Meu primeiro pet


Era dezembro de 2016 quando o Nick, um poodle toy de três anos, chegou em casa. Resgatado de situação de maus-tratos, ele estava magro, sem ânimo, sujinho e sem brilho. Procurei um pet shop para ele tomar banho e logo em seguida percebi que, além de muito amor, carinho e atenção, a minha relação com ele precisaria de números, leia-se dinheiro. Incomodado com o primeiro banho - até porque ele ficou muito tempo vivendo sujinho -, ele coçou o olho em algum canto e lesionou a córnea. O colírio custou R$ 99. Você deve estar se perguntando por qual motivo estou falando tudo isso, certo? Explico: ter um pet não é brincadeira. Você tem todo o direito de achar os bichinhos fofinhos - eles são mesmo -, mas se decidir cuidar de um animal saiba que vai precisar investir dinheiro em todos os cuidados que o bichinho necessita. Os gastos vão envolver vacinas, remédios, banho, acessórios básicos como coleira e comedouro, ração, cama e outras coisinhas. Ou seja, ter um pet é coisa séria. E, claro, esteja preparado para lidar com os imprevistos porque o animalzinho pode ficar doente e com isso você terá que acionar veterinário e bancar os cuidados.
A médica veterinária da Cobasi, Carla Storino Bernardes, esclarece que "cães e gatos possuem calendário vacinal especial e diferenciado em relação as patologias. Cabe ao médico veterinário definir como ele irá realizar de acordo com a idade do animal. As vacinas mais comuns para cães são: Raiva (obrigatória), V8 ou V10, vacina contra giárdia e vacina contra tosse. As vacinas mais comuns para gatos são: Raiva (obrigatória) e Tríplice ou Quádrupla felina".
Além da córnea lesionada, o Nick me deu outro susto na fase de adaptação aqui em casa: ele não comia ração e ficava horas e horas fazendo greve de fome. Tive que trocar de ração quatro vezes até ele se adaptar e gostar da que come atualmente. Nesse processo levei o Nick ao veterinário e descobri que ele tem sensibilidade no fígado e passa mal quando come alimentos que tenham corantes. 
"Pode haver diversos motivos pelo qual um cão pode deixar de se alimentar que vai desde a uma alteração no paladar ou até mesmo uma patologia. O ideal neste caso é que procure um Médico Veterinário para que este consiga indicar o alimento correto para cada animal", aconselha a veterinária Carla.
Gente, posso com esse narizinho perfeitinho? 
Atualmente o Nick é um cachorrinho saudável e muito querido pela minha família e pela vizinhança. Quando saímos para passear pelas ruas ele é constantemente paparicado pelas pessoas, que o chamam de "ursinho", "lindinho" e todos os adjetivos no diminutivo que você pode imaginar. Em casa a minha mãe chama ele de "pacotinho" e a irmã, carinhosamente e malandramente, apelidou ele de "cocozinho". HAHAHAHAHAHA
Quando questionada sobre os melhores horários e frequência para passear com o pet, a veterinária Carla explica: "o ideal é que seja em horários mais frescos, sem sol excessivo. Devemos sempre lembrar que as patas dos cães estão em contato direto com o asfalto e sendo assim, podem ocorrer queimaduras severas nos coxins dos cães. Esta é uma preocupação séria que devemos ter quanto ao passeio dos animais. A frequência quem irá definir é o proprietário de acordo com sua rotina e necessidade do animal"
Abaixo cito alguns acessórios básicos para aquelas pessoas que desejam ter o primeiro pet. Esses acessórios, obviamente, variam de animal para animal porque cães e gatos precisam de itens diferentes. Contudo, como tenho um poodle, acabei "puxando a sardinha" para o lado dos cachorrinhos no momento de compor a lista de acessórios. 


  1. Cama Fábrica Pet
  2. Comedouro plástico duplo TudoPet
  3. Peitoral forrado
  4. Bebedouro portátil
  5. Cookie
  6. Ração
  7. Kit higiene para coletar fezes
Continue Lendo

Joy Pet Box: clube entrega brindes para pets


Eu já falei aqui no blog sobre o sucesso dos clubes de assinatura - modalidade de negócio no qual o cliente paga um valor mensal e recebe periodicamente uma seleção de produtos entregue em casa. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Clubes de Assinaturas, atualmente o Brasil tem 350 mil pessoas que recebem produtos personalizados. E você sabia que além de produtos de beleza, vinhos, livros e papelaria, existe clube de assinatura para animais domésticos? Pois é, também é possível deixar o seu pet feliz com presentinhos mensais. Essa é a proposta da Joy Pet Box, marca que monta caixas especiais para cães e gatos.

A Joy Pet Box mandou uma caixa personalizada para o Nick - meu filhinho de quatro patinhas -  e ele adorou os produtinhos. Além de petiscos, a caixa veio com cerveja e vinho para cães, brinquedos, kit higiênico para retirada de fezes durante o passeio e uma garrafa de água portátil para manter o cão hidratado durante caminhadas

Achei a caixa bem montada e com produtos de qualidade. Sem contar que os itens são úteis porque todo bichinho precisa de petiscos, acessórios e brinquedos. 

Para assinar a Joy Pet Box é muito simples: basta acessar o site, preencher um formulário com os dados do seu pet, escolher um dos planos e esperar o seu pedido chegar em casa. Bacana né?

Nick todo curiosinho olhando para o kit higiene 
Continue Lendo

Granado cria linhas especiais de esmalte e sabonete



Além de hidratantes corporais e produtinhos para o rosto, sou apaixonada por esmalte e sabonete. Adoro usar cores diferentes nas unhas e sentir o cheirinho de sabonete na pele. Foi por isso que fiquei feliz quando recebi duas linhas especiais da Granado. A primeira é a Hippie Chic, linha de esmalte fortalecedores que comemora os 50 anos do fenômeno social Summer of Love, que reuniu milhares de pessoas em São Francisco em 1967 e revelou o movimento Hippie para o mundo. Com base nisso, a Granado lançou 14 cores que representam a diversidade e a pluralidade por intermédio de nomes femininos que marcaram o movimento Hippie e difundiram ideais de paz, amor, respeito à natureza e liberdade.

Usei o esmalte Carole, um roxo berinjela que homenageia Carole King, cantora e compositora norte-americana que sempre manteve o contato com a música estudando piano a partir dos quatro anos. Depois de trinfar como compositora, alcançou o sucesso com seu segundo disco, que a elevou aos maiores nomes da música nos anos 1970.

A duração do esmalte fortalecedor é prolongada. Eles não descascam nas pontinhas das unhas, o que é bem legal para quem gosta de ficar com a cor sempre em dia. O brilho do esmalte também é de longa duração, dando aspecto de que a unha foi feita recentemente. 

A Granado me enviou um kit contendo seis esmaltes (cores Sharon, Carole, Marianne, Michelle, Joni e Brigitte) e um esfoliante de pedra-pomes que auxilia na remoção das células mortas e da calosidade causada pelo uso de calçados. Todos esses produtinhos maravilhosos vieram dentro de uma bolsa jeans linda, estilo ecobag e decorada com bottons que fazem alusão aos símbolos do movimento Hippie. 

Os esmaltes avulsos custam R$ 23, mas a Granado também montou kits fofos que são ótimos para presentear amiga, mãe, esposa, namorada e irmã loucas por beleza. Dá para comprar aqui pelo site da marca.

Uma das homenageadas é Joni Mitchell, cantora com letras que mostravam a relação do homem com a natureza

Outro lançamento especial da Granado é o Ovo Vintage, lata decorada no formato de ovo, simbolizando a vida, e recheada com três sabonetes perfumados. A lata é azul e com estampa floral criada pela designer francesa Anne-Marie Helies. Os elementos da ilustração são formados por folhas, flores e pássaros e cores em aquarela para relembrar as decorações clássicas dos primeiros ovos de Páscoa da história. A lata vem com os sabonetes de fragrância Salomé, Benjoim e Superfino. Usei o Benjoim e posso dizer que o cheirinho é agradável e dura bastante tempo na pele. Além de ter ótima qualidade, os produtos da Granado não contém ingredientes de origem animal. O Ovo Vintage custa R$ 36 e pode ser adquirido aqui pelo site da Granado.

Aqui estou usando a cor Carole, um esmalte roxo berinjela cremoso que homenageia cantora e compositora Carole King

Recebi a nova coleção de esmaltes fortalecedores com essa bolsa linda
Continue Lendo

'Lute pelo seu sonho', aconselha escritora Isabela Freitas


Autora dos livros "Não se apega não", "Não se iluda não" e "Não se enrola não", a escritora mineira Isabela Freitas, 26 anos, estará no Teatro Iguatemi Campinas no sábado, dia 15 de abril, para apresentar o monólogo "Desapega". O espetáculo, conta Isabela em entrevista ao Blog da Hida, "significa a realização de um sonho"

Quem for ao monólogo vai encontrar uma mulher abrindo seu coração, disposta a ouvir e abraçar a todos que assistirem a sua peça. "Desapega" é um show motivacional que vai marcar a vida do público e enfatizar processos de relacionamento e autoestima.

Isabela faz parte do grupo de influenciadores digitais que aproveitaram o impulso proporcionado pela internet para empreender no mundo off-line com a produção de livros, séries de TV e espetáculos teatrais. Quando questionada sobre dicas para jovens que desejam criar projetos próprios, a escritora sugere uma mistura de sentimento e autenticidade. "Tenha um sonho e lute pelo seu sonho. Quando eu escrevi o meu primeiro livro eu apenas queria escrever um livro. Porque era o meu sonho. Então eu coloquei todo o meu empenho nele, o meu amor, o meu coração. E as pessoas reconheceram isso. Tudo que você dá o máximo de si volta como um retorno", avalia Isabela.

Ainda segundo a jovem, os adolescentes de hoje têm mais preocupações que podem prejudicar a autoestima. "É o último visto do WhatsApp, tick azul, a foto que fulano postou, as curtidas da outra foto, os comentários da ciclana, a indireta que você recebeu. Com o avanço das redes sociais a gente tem muito mais preocupações em um relacionamento do que tinha anteriormente. Está tudo muito fácil, sabe? Se você quer um encontro é só instalar o Tinder. E tudo que é muito fácil perde o seu valor. Infelizmente. Fico muito triste de ver o amor perdendo a importância que ele realmente tem", afirma Isabela.
Com duração de 60 minutos, o monólogo "Desapega" pode ser visto por pessoas acima de 14 anos. A apresentação de sábado começa às 19h e custa R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia). É possível comprar os ingressos na bilheteria do Teatro Iguatemi Campinas (avenida Iguatemi, 777, Vila Brandina, Campinas. Telefone 19.3294.3166) e também pelo site Ingresso Rápido.
Continue Lendo

Professora ensina matemática com técnicas circenses


Para aqueles estudantes que têm mais facilidade com as disciplinas de Humanas, a matemática pode ser um “bicho de sete cabeças”. Mas foi pensando em tornar a matéria mais acessível e interessante que a professora Leila Graziela de Mendonça e Castro, que leciona na Escola Estadual Professor Djalma Octaviano, no Jardim Pauliceia, em Campinas, decidiu usar truques de mágica e técnicas circenses para atrair a atenção dos alunos durante o ensino de matemática.

A ideia de usar as técnicas do circo surgiu durante um período que passei em Portugal e pude conhecer esse método. Para implantar isso na escola eu conversei com a professora de Língua Portuguesa, Cláudia Di  Risio, e juntas criamos uma atividade interdisciplinar. Eu auxilio os alunos com as técnicas que envolvem números e ela ajuda na parte de criação dos textos. No final do semestre os alunos apresentam isso para a turma, conta a professora Leila.

O método, segundo a docente que ajuda Leila, é bem recebido pelos estudantes. Isso melhora até no aprendizado dos alunos, relata Cláudia.

A estudante Laura Baccetto, que está no 3º ano do Ensino Médio, diz que pretende cursar Engenharia Civil na graduação e recebeu muito bem a técnica de ensino das professoras da escola estadual. Foi muito legal porque pudemos receber conhecimento de um jeito divertido. Eu quero estudar engenharia e o ensino de matemática é muito importante, defende a jovem.

Da direita para a esquerda: Michael, Leila, Cláudia e Laura/ Foto: Luciano Claudino/Código 19
Continue Lendo

Seis livros da editora Belas Letras que você precisa ler


2017 tem sido um ano maravilhoso para o Blog da Hida. Estou tendo a oportunidade de contar boas histórias como essa dos barbeiros que cortam gratuitamente cabelo de moradores de rua e também pude fidelizar muitas parcerias bacanas. Uma dessas parcerias é com a Belas Letras, editora que publica livros criativos, que conectam nós, leitores, com os assuntos que mais amamos. Meu coração bateu forte quando saiu a lista de parceiros e descobri que tinha sido selecionada.

Em abril vou receber o primeiro kit da editora e depois volto para contar essa experiência para vocês, mas enquanto isso não acontece quero explicar um pouco sobre a história da Belas Letras e apresentar os livros que já estão na minha wishlist literária. Em manifesto publicado no site da editora é possível perceber o quanto a Belas Letras valoriza a leitura de qualidade, a leitura que enobrece e traz sentido ao dia a dia do leitor. A partir daí fica fácil perceber que as obras da Belas Letras são criativas, inovadoras e recheadas de informação e serviço.

Separei seis livros da editora Belas Letras que têm capas lindas e conteúdo excelente. Anote na sua lista de "livros que preciso ler". [Clique nos títulos dos livros para ser redirecionado ao site com valores, sinopse e como comprar]

Continue Lendo
© Blog da Hida | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.