Início Sobre contato anuncie recomendo

Adote uma caneca

Você já parou para pensar quantos copos plásticos consome diariamente? Quem trabalha fora e não tem o hábito de usar caneca ou garrafinha deve utilizar no minimo três copos por dia, o que totaliza 720 unidades por ano. E cada copo jogado no lixo leva até 200 anos para se decompor na natureza.

Praticar o consumo consciente é fundamental para ter uma vida saudável e por isso hoje quero falar sobre a campanha ADOTE UMA CANECA. O projeto consiste na ideia de que cada pessoa passe a usar uma caneca ou garrafinha no local de trabalho, escola e até mesmo em casa; reduzindo assim a quantidade de copos plásticos descartados no meio ambiente. 

Segundo Gilsy Castro, designer e proprietária da Canecria, loja virtual especializada em canecas criativas, "todo cidadão é responsável pelo desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente" e por isso "a mudança de pensamento e ação deve acontecer com as novas experiências que tivermos no âmbito profissional e pessoal". Para isso, recomenda Gilcy, é necessário que "cada um de nós substitua o copo descartável por uma caneca".

E é possível unir consciência ecológica com estilo e criatividade. O Blog da Hida vasculhou o site da Canecria e encontrou modelos de canecas que deixam qualquer um BA-BAN-DO. As fotos abaixo possuem link direto para você checar os valores de cada produto. Vale a pena visitar o site e conhecer os modelos de canecas da Canecria. A marca também está no Instagram @canecria.






MAIS SOBRE O MEIO AMBIENTE: Clique AQUI e leia um texto que o Blog da Hida fez sobre a importância de substituir a sacola plástica por uma bolsa reutilizável.
Continue Lendo

Mais gentileza, por favor


Criadores do projeto Doe Sentimentos / Foto: Divulgação

O que você faria caso fosse abordado na rua e recebesse um coração com uma mensagem carinhosa? Se a sua resposta for "daria um sorriso", adivinhou a proposta do Doe Sentimentos, projeto que existe desde 2012 e tem o objetivo de levar gentileza para o cotidiano das pessoas por intermédio de bilhetes em formatos de coração.

Criado pelo trio Renata Stort, Ana Carol Thomé e Carlos Alberto, o Doe Sentimentos já percorreu 45 cidades do Brasil distribuindo mensagens gentis. De acordo com os criadores da ação, a ideia central é fazer com que as pessoas conheçam a importância da gentileza e compreendam como um gesto educado e amável pode melhorar a convivência.

O coração foi escolhido como símbolo do projeto porque quem vê um coração sabe que ele representa amor e bons sentimentos. Confeccionados por voluntários, os corações entregues pelo grupo são feitos com materiais como, por exemplo, crochê, colagens, origamis, recortes e costura. Quem recebe a mensagem não paga nada por isso. A única exigência é dar um sorriso no momento de pegar o coração.

Você que está lendo esse texto pode colaborar com o Doe Sentimentos. Para fazer isso é só enviar um coração para que o pessoal distribua. Também é possível implantar o projeto na sua cidade e espalhar mensagens gentis pelas ruas e avenidas. Para saber como apoiar essa ideia e tornar o mundo um lugar mais gentil é só acessar o site do projeto AQUI.

Mensagens em corações / Foto: Divulgação

Corações são distribuídos gratuitamente / Foto: Divulgação
Continue Lendo

Curso para blogueiros (parte 1 de 4)

Conteúdo e design de qualidade são duas características importantes para o usuário que deseja ter um blog profissional. Além disso, é necessário buscar atualização constante e ficar atento nas coisas que ocorrem no dia a dia. Para ajudar pessoas que querem ter um blog interessante, vou compartilhar dicas que estou aprendendo no curso de Fashion Blogging promovido pelo Centro Universitário Belas Artes em parceria com a F*Hits, plataforma de digital influencers que inclui 27 blogs com mais de 9 milhões de visitas e 30 milhões de visualizações de páginas.

O curso de Fashion Blogging começou na semana passada e está dividido em quatro módulos principais. A minha proposta é compartilhar as dicas de acordo com a realização das aulas, então hoje vou falar sobre o módulo 1. Chamada de Descobrindo a blogosfera, a primeira etapa apresentou informações sobre como surgiram os blogs, a moda na blogosfera, a necessidade de manter a página atualizada, como é o trabalho de um blogueiro profissional, importância de ter linguagem própria no momento de falar com o público, principais ferramentas usadas por blogueiros de sucesso e como elaborar um repertório de posts. Vale destacar que por mais que o curso seja centrado na produção de conteúdo para moda, as lições apresentadas durante as aulas podem ser adaptadas para qualquer tipo de post. E eu procurei deixar esse texto neutro para você usar as dicas de acordo com a realidade do seu blog.

Fonte: Pinterest


Para não deixar essa publicação muito longa e cansativa, filtrei os momentos mais importantes das aulas do primeiro módulo e coloquei abaixo em formato de tópicos. Vale destacar que selecionei as dicas conforme a minha percepção. O curso é muito mais do que vou resumir aqui, mas infelizmente não é possível abordar todas as informações das aulas. Espero que você goste e acompanhe os próximos três posts sobre esse assunto. Deixe a sua opinião nos comentários porque vou adorar saber se as informações serão úteis. Acompanhe as dicas:

- A palavra blog (blogue, em português) vem da junção de web (World Wide Web) com log (registro). No início esse site ficou conhecido como "weblog", graças a Jon Barner, que inventou a palavra para registrar a sua jornada on-line. Mas foi o diminutivo carinhoso "blog" que ganhou o mundo.

- O primeiro aspecto que nos chama a atenção em um blog é sua linguagem informal, pois é em primeira pessoa. Diferentemente da linguagem do jornalismo tradicional, cuja principal particularidade é a neutralidade na exposição dos fatos. 

- Com o tempo, os blogs se tornaram veículos segmentados de comunicação e passaram a ser criados já com perfil e público definidos: alguns com conteúdo centrados em gastronomia, moda, humor, música etc.

- O blogueiro precisa definir uma área de atuação de seu interesse, uma área sobre a qual tenha conhecimento prévio, além de vontade de seguir pesquisando e estudando sobre o segmento de mercado que escolheu.

- Quando você criar o seu blog, deve refletir também sobre a possibilidade de crescimento do nicho pelo qual você optou.

- Os posts devem ser curtos e rápidos de serem lidos (400 a 600 caracteres), como é a dinâmica da vida on-line. No entanto, não esqueça: começo, meio e fim. Esse é o mantra do seu post. Toda ideia deve ser apresentada, desenvolvida e concluída. 

- Há várias formas de escrever algo, e cada pessoa também tem formas preferidas de comunicação e de expressão. Você precisa descobrir qual é a sua.

- O desenvolvimento de seu estilo próprio vai se fortalecer no processo de interação com seus leitores e com outros blogueiros. Por isso recomendamos que você participe de comunidades on-line.

- Não se esqueça de criar uma conta para o seu blog em redes sociais como Twitter, Instagram, Facebook, Pinterest e Flickr.

- A prática fortalece a escrita, e só há uma forma de ampliar vocabulário e seu repertório: pesquisando, lendo, pesquisando mais, lendo mais, e assim por diante.

- Na sociedade digital, interação é a palavra-chave para existir, ser visto e, sobretudo, ser lembrado e visitado com frequência.

- O conteúdo pode ser publicado de muitas formas: em listas, fotos, podcasts, textos, vídeos. Encontre a melhor maneira para explorar cada post. 

- Escolhido o formato ideal para construir sua presença on-line, o próximo passo é criar um calendário de posts que você considere relevantes. Antes mesmo de o blog existir, você deve organizar sua sequência de trabalho e pensar que tempo que irá dispor para escrevê-lo. Essa etapa é fundamental para organizar o ritmo de postagens constante.

- Seja útil para as pessoas. Toda vez que for produzir conteúdo para o seu blog, responda as seguintes perguntas: "O que vou compartilhar vai fazer a diferença na vida de alguém?", "Como posso abordar o tema?", "Já tem gente falando sobre esse assunto?", "Como posso ser diferente?".

- Observe o mundo à sua volta. O que está acontecendo de interessante no seu bairro, na sua cidade ou mundo que lhe dá vontade comentar, algo que se conecte com seu jeito de ser? O que você adoraria traduzir em imagens, textos e vídeos para as suas redes sociais?

Bom, pessoal, essas foram as dicas de hoje. As informações apresentadas aqui não são nenhuma "descoberta da roda", mas dão um puxão de orelha para que possamos evitar erros e produzir conteúdo de qualidade. 

TEMAS DA PRÓXIMA SEMANA: definindo o foco do blog, como fazer a diferença, a revolução da fotografia digital, ética na internet, e o blogueiro e as tendências. Continuem acompanhando o Blog da Hida.
Continue Lendo
© Blog da Hida | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.