Início Sobre contato anuncie recomendo

E se esse carro não estivesse aqui?

Quem vive em cidade grande sabe o quanto os carros tomaram conta das ruas. A coisa é tão complicada que sair para um passeio a pé pelo Centro, por exemplo, vira uma missão sufocante. A cada passo que se dá, é possível enxergar vários veículos estacionados ou trafegando pela via. 

E você já parou para pensar como poderia ser aproveitado o espaço que um carro ocupa enquanto está parado? Essa é a proposta do Park (ING) Day, projeto que ocorre na penúltima sexta-feira do mês de setembro e visa conscientizar as pessoas sobre o quanto uma vaga de estacionamento poderia virar um espaço temporário aberto ao público. A ideia é que os moradores deixem os seus veículos em casa e ocupem a cidade de outras formas. 

Eu descobri o Park (ING) Day no mês passado durante as minhas férias em Buenos Aires, na Argentina. Dei a sorte de ver o projeto ocorrer na mesma rua do hotel em que fiquei hospedada e por isso consegui tirar muitas fotos e entender um pouco sobre este movimento. 

O Park (ING) Day começou em 2005, quando Rebar, um estúdio de arte e design de San Francisco, decidiu testar a ideia. De lá pra cá, o projeto evoluiu para um movimento global, com organizações e pessoas diferentes criando novas formas de utilizar o espaço público. A missão do Park (ING) Day é chamar a atenção para a necessidade de um espaço aberto mais urbano, com muitas pessoas fazendo atividades ao ar livre. 

Lá na Argentina tive a oportunidade de ver o Park (ING) Day promovido pela Belosophy, uma bicicletaria que fica na região central de Buenos Aires. Eles aproveitaram vagas de estacionamento para montar um show ao vivo, espaço recreativo para crianças, área para que mamães conversem enquanto estão com os bebês e um local com esteiras para que as pessoas pudessem relaxar enquanto tomavam uma bebida refrescante. Sim, tudo isso cabe na vaga de um carro! 

P.S: as fotos não ficaram tão boas. Eu ainda preciso melhorar MUITO em fotografia, mas o importante é que vocês vão conseguir enxergar a ideia e refletir um pouco sobre a necessidade de criarmos uma cidade mais humana e participativa. Eu quero opiniões nos comentários!









Continue Lendo

Sorteio: template exclusivo



Oi, galera! Tudo bem? Nós do Blog da Hida, em parceria com a Colorindo Design, sabemos o quanto é importante ter uma página na internet com conteúdo relevante e visual bonito. Cientes de que você batalha sempre para deixar os seus posts cada vez melhores, queremos ajudar com a parte gráfica do seu blog e por isso vamos sortear um template exclusivo. 

Para participar da promoção é muito fácil. Acompanhe os requisitos:

- Curtir a página do Blog da Hida no Facebook (tem uma caixa aqui do lado direito para dar like)
- Ser seguidor do Blog da Hida com uma conta Google, Twitter, Yahoo ou outra (siga os passos na caixa SEGUIDORES do lado direito aqui da página)
- Apertar o botão "quero participar" da promoção pelo aplicativo Sorteie.me lá na página do Blog da Hida no Facebook. Clique AQUI  para acessar a promoção.
- Compartilhar esse post com os seus amigos no Facebook
- Cruzar os dedinhos e torcer para ser o ganhador

Prazo: você tem até o dia 21 de novembro de 2015 para seguir os passos acima e concorrer ao template. O vencedor será divulgado aqui no blog e terá o prazo de uma semana para entrar em contato com a nossa equipe pelo endereço hidaianarosa@gmail.com e receber as instruções sobre o prêmio.

Prêmio - Confira a estrutura do template 
- Cabeçalho personalizado ou logotipo e data personalizada
- Background personalizado
- Menu fixo (opcional)
- Postagens recentes ou slide
- Menu personalizado de páginas
- Perfil personalizado com as redes sociais
- Sidebar personalizada
- Barra de pesquisa personalizada
- Categorias personalizadas
- Arquivo em formato de calendário
- Facebook na Sidebar
- Instagram ou Youtube na sidebar
- Títulos dos posts personalizados
- Botões de compartilhamento no final do post
- Assinatura personalizada ou footer do post personalizado (vem com assinatura e botões de compartilhamento integrados)
- Comentários personalizados
- Subir ao topo do blog

Continue Lendo

Como usar: sapato Oxford

Não há dúvida de que o sapato é uma peça fundamental no momento de pensar o look do dia a dia. E melhor ainda quando encontramos um modelo democrático e irreverente como o Oxford. 

Os sapatos Oxford surgiram por volta de 1800 na Irlanda e na Escócia. Na época, eles eram chamados de Belmoral, apresentavam modelos simples e não tinham cores variadas. A história mudou por volta de 1900 depois que o calçado passou a ser usado pelas alunas da Faculdade de Oxford, na Inglaterra. A partir daí o nome da peça foi alterado e por isso hoje conhecemos o modelo como Oxford. Aliás, o surgimento do Oxford lembra um pouco a história das alpargatas, que foi contada pelo Blog da Hida neste post AQUI.

Com o calor dos últimos dias, talvez você esteja pensando que não é coerente um texto aqui no blog falando de um sapato para usar com calças, mas saiba que o Oxford também combina com saias, vestidos e shorts. Se não quiser um visual muito pesado, use o modelito com peças delicadas e graciosas, dando mais leveza para o visual. Se for usar com calça, prefira as de modelo skinny. 

O Blog da Hida separou algumas inspirações para você ter ideia de como fica o look de Oxford. E aí, o que achou? Deixe a sua opinião nos comentários.








Continue Lendo

Terminei a faculdade. E agora?

Fazer cursos extras é um diferencial no momento de buscar emprego./ Foto: Pinterest

Nesta semana fui cobrir coletiva de imprensa de uma entidade que mensalmente convida jornalistas para apresentar dados sobre o setor industrial. Uma constatação do estudo me chamou a atenção: 93% das indústrias da RMC (Região Metropolitana de Campinas) não pretendem fazer investimentos financeiros em 2016. Além disso, o mês passado foi o pior setembro dos últimos 12 anos em termos de vagas de trabalho e as empresas do setor industrial demitiram 650 pessoas. 

Muito mais que uma crise econômica, o Brasil enfrenta forte crise política e isso mexe com a credibilidade de todos os cidadãos. Com inúmeras notícias de demissões e cortes de despesas, quem está no último ano da faculdade e ainda não tem emprego garantido, pergunta "E agora?".

Segundo a consultora em carreira Fabiana Antunes Amaral, a insegurança do estudante durante o fim da universidade é compreensível. "O jovem sabe que as coisas estão difíceis para aquelas pessoas que já estão no mercado e ele ainda nem entrou. então é natural sentir medo, mas ele não pode deixar esse medo travar a vontade que ele tem de vencer na vida", aconselha Fabiana.

Ainda de acordo com ela, é necessário que o aluno saiba sondar oportunidades e não espere a vaga de emprego "cair no colo". "Nenhum empregador vai bater na porta e oferecer o trabalho dos sonhos. Agora é a hora de vasculhar a agenda e correr atrás de pessoas que já estão no mercado e podem indicar o estudante para uma vaga. Quem fez estágio pode aproveitar e entrar em contato com os antigos chefes. É importante ficar atento também em anúncios e saber o que as empresas estão buscando", recomenda a consultora em carreira.

Durante a conversa com a consultora, o Blog da Hida separou outras dicas para quem está concluindo a faculdade e em busca de emprego. Confira abaixo e depois deixe um comentário com a sua opinião sobre esse assunto. 
- Aproveite a faculdade para fazer estágios
- Assista palestras e faça cursos extras
- Mantenha contato com pessoas que estão no mercado
- Seja o profissional que a empresa procura
- Mantenha o currículo atualizado
- Esteja atento nas coisas que ocorrem ao seu redor
- Converse com os professores e solicite dicas
- Saiba escrever corretamente
- Estude outro idioma
- Faça cadastro em sites que divulgam vagas
- Avalie a possibilidade de empreender
- Não desista dos seus sonhos
Continue Lendo

Inspiração: eco bags

Basta uma simples ida ao supermercado, padaria ou farmácia, para ter acesso às famosas sacolinhas plásticas. Apreciadas por muitas pessoas devido ao baixo custo e por proporcionarem usos em outras finalidades, essas embalagens são prejudiciais à natureza porque demoram 400 anos para se decompor. De acordo com levantamento do governo federal, aproximadamente 12 bilhões de sacolas plásticas são distribuídas anualmente no Brasil. A maioria acaba nas margens dos rios ou em algum aterro sanitário, prejudicando o meio ambiente.

Para mudar esse cenário de degradação, o recomendado é utilizar sacolas retornáveis. Popularmente chamadas de eco bags, elas são feitas de algodão ou embalagens pet e possuem diversos formatos e cores para combinar com todos os estilos. Com as eco bags você troca as sacolas plásticas por bolsas reutilizáveis e respeita o meio ambiente. Quer melhores motivos para ter uma? 

O Blog da Hida separou modelos de eco bags e looks com as bolsas para dar dicas de uso. O que achou das inspirações mostradas aqui? E você, pretende inserir esse tipo de acessório no dia a dia? Deixe a sua opinião nos comentários!






Continue Lendo

Como escolher a academia ideal?

Antes de "suar a camisa" é importante pesquisar bastante e buscar orientação médica / Foto: Pinterest

Com a chegada do verão e proximidade do fim de ano, fazer academia é uma meta que ocupa o ranking na lista de desejos de muitas pessoas. Segundo os empresários do setor, entre os meses de outubro e janeiro, o número de matrículas tem aumento de 30%. Mas é preciso ter cuidados antes de calçar o tênis, vestir a roupa de ginástica e sair malhando por aí.

De acordo com Kleber Malfatti, gerente de Musculação da Cia Athletica Campinas, no momento de escolher a academia é necessário que o futuro aluno verifique a qualificação técnica dos professores e se os profissionais são registrados no CREF (Conselho Regional de Educação Física). Além disso, conta Malfatti, é importante checar o número de aulas que a unidade oferece e a quantidade de equipamentos disponíveis para os alunos. "Outro item a ser considerado hoje em dia é a localização. A pessoa deve escolher uma academia que seja de fácil acesso e de preferência que tenha estacionamento", conta o gerente de Musculação.

Também é requisitado que o aluno passe por exame médico (cardiológico) e uma avaliação física. O exame cardiológico vai dar a liberação para a prática de uma atividade e em que nível de intensidade é possível trabalhar com cada aluno. Já a avaliação física é composta por um questionário onde são levantados o histórico esportivo, rotina e hábitos de vida.

Opinião: mais saúde no dia a dia
Que a atividade física é importante para a saúde, todos sabem. Então por que é tão difícil colocar a teoria em prática? Boa parte da explicação passa pelo desenvolvimento tecnológico, que trouxe muitas coisas boas, dentre elas o conforto e a abundância de alimentos, mas que também são um forte estímulo para a inatividade física.
As pessoas que adotam um estilo de vida ativo - como caminhar até o restaurante na hora do almoço e substituir a escada rolante ou elevador pelas escadas convencionais - têm menor risco de desenvolvimento de diversas doenças crônicas e da mortalidade.
O importante é que as pessoas se conscientizem de que ser fisicamente ativo aumenta a longevidade com melhor qualidade de vida. Para isso, não precisa ser um atleta de alto desempenho, basta apenas algumas mudanças simples: caminhe mais, evite sempre que possível as facilidades tecnológicas e utilize mais as suas próprias energias. Se preferir um programa mais estruturado, busque orientação ou supervisão de um profissional de Educação Física, médico e respeite os limites do seu corpo.
***Especialista consultado: Silvio Gioppato, médico cardiologista, coordenador médico-científico nos serviços de Cardiologia Invasiva do Hospital Vera Cruz, em Campinas, e no Instituto Doutor Jayme Rodrigues do Hospital São Vicente de Paulo, em Jundiaí. 
Continue Lendo

100 ideias da Keri Smith

Conhecer artistas diferentes está entre uma das quatro dicas que eu dei AQUI no blog para ser uma pessoa criativa. E não há como falar de criatividade sem citar Keri Smith. Autora dos famosos "Destrua esse diário" e "Termine este livro", Keri é uma escritora e ilustradora canadense que explora o mundo por intermédio da arte. Além de trabalhar com textos, ela usa pintura, colagens e desenhos para transmitir mensagens às pessoas. Keri se define como uma artista de "obras abertas" e por isso gosta de lançar no mercado peças que são completadas pelo leitor/usuário.

Se você não teve a oportunidade de adquirir os livros de Keri, mas deseja criar um material artístico, recomendo participar do projeto "100 ideas by Keri Smith" (nome em inglês). A proposta é que o participante tenha um caderno para registrar cenas do cotidiano que podem muito bem virar obras de arte. A meta número um, por exemplo, diz o seguinte: "vá para uma caminhada e desenhe ou liste coisas que você viu na calçada". O desafio de número seis também é bem legal. Nele a autora pede que o usuário cole um envelope em seu diário e durante uma semana colete itens que encontrar na rua. Também há tarefas como "encontre uma foto de uma pessoa que você não conhece e faça uma biografia sobre ela". 

Para deixar tudo mais dinâmico, Keri propôs 95 passos e depois o usuário tem que criar as demais cinco tarefas para completar os 100 itens.

Percebeu que as propostas fazem a gente pensar fora do quadrado? São atividades como essa que obrigam o nosso cérebro a fazer conexões inusitadas e criar coisas criativas. 

E vamos falar da melhor parte de tudo isso: para participar dessa ação você não vai precisar gastar NADA de dinheiro. Basta apenas ter um caderno para registrar as metas, cola, tesoura e papel para imprimir as 100 ideias. Clique AQUI  para baixar o PDF com as 100 ideias e AQUI para acessar o blog e conhecer o trabalho da Keri. As metas do projeto estão em inglês, mas é tudo muito simples de entender e, no sufoco, nada que um Google tradutor não resolva.

Compartilho com vocês algumas ilustrações criadas pela artista. 






Continue Lendo

Como escolher o hidratante para a pele

Um dos cuidados para evitar o ressecamento e envelhecimento precoce da pele é mantê-la hidratada, especialmente em regiões tão expostas às mudanças do clima como o rosto e os braços. A melhor forma de fazer isso é usar creme que seja eficaz no processo de hidratação da pele, mas o que levar em consideração no momento de escolher um produto? De acordo com Daniela Leal, médica dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Medicina e Estética, a pessoa não pode comprar um produto motivada pelo aroma. “As empresas cosméticas sabem que determinadas fragrâncias atraem mais as consumidoras. Se a usuária não estiver atenta, ela é levada pelo impulso e acaba motivada por comprar pelo cheiro do hidratante”, esclarece a dermatologista.

Quando se fala em hidratante corporal, explica a especialista, é “muito difícil alguém ter pele oleosa nas pernas e nos braços” e essas áreas do corpo necessitam de hidratação diária, principalmente após o banho. Portanto, Daniela recomenda os produtos que discriminam no rótulo que são para pele seca, pois vão garantir maior quantidade de agentes emolientes, fundamentais para a hidratação do corpo.

O preço é outro fator importante que deve ser considerado no momento de escolher os produtos porque cada matéria-prima utilizada na fabricação tem determinado valor. “Sabemos que não existe milagre quando procuramos qualidade, mas valores altos muitas vezes mais definem um nicho de mercado do que qualidade de produto, por isso é importante a orientação de um profissional para a escolha dos cosméticos. Muitas vezes isso gera economia”, alerta Daniela.
Dermatologista Daniela Leal recomenda cuidados ao escolher produtos para pele./ Foto: Divulgação
Os tipos de cremes indicados para cada pele

Segundo a médica dermatologista, é possível definir quatro tipos de pele: oleosa, mista, normal e seca. As peles oleosa e mista são aquelas que “apresentam o desconforto do brilho no rosto e da sensação de gordura ao passar a mão sobre o corpo”. Nesses casos, é necessário usar produtos com pouca quantidade de óleo, mas com presença de componentes que reponham a água na pele. Além disso, conta Daniela, os produtos precisam ter um toque leve e secar após a aplicação. Os tipos mais indicados para essas peles são sérum, loção toque seco e gel-creme.

Para as peles secas, a hidratação deve conter agentes oleosos como manteiga de karité e óleos vegetais. Os produtos mais indicados são aqueles em forma de creme ou emulsão. E quem tem pele normal deve fugir dos produtos como os cremes a base de manteigas e óleos e normalmente a pele se dá bem com os géis-cremes, loções e emulsões.

Ainda de acordo com a especialista, é importante que o usuário fique atento nos produtos que formam a composição dos hidratantes. “Os agentes antioxidantes, como o chá branco e as vitaminas C e E, por exemplo, são bons para qualquer tipo de pele e faixa etária. Outro componente que sempre é bem-vindo nos cosméticos é o ácido hialurônico. O nome ácido pode confundir e assustar, mas ele não se comporta como ácido no organismo e sim como um excelente agente hidratante”, diz a médica.
Continue Lendo
© Blog da Hida | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.