Início Sobre contato anuncie recomendo

Guinadas

Então a indecisão traz seus próprios adiamentos. E dias são perdidos lamentando outros dias perdidos. Estás a sério? Aproveite neste mesmo minuto. O que você pode fazer, ou sonhar que pode, comece já. A audácia tem dentro dela genialidade, poder e magia.(Johann von Goethe)

Eles não leram Goethe (pensador alemão que viveu entre os anos 1749 e 1832), mas foram audaciosos e fizeram o que o pensador escreveu lá atrás. Viviane Ávila, 40, trabalhou por 20 anos como executiva no mercado corporativo, mas ficou doente por causa das atividades e largou tudo para abrir uma confeitaria. Nelson Santini, 33, atuou por 10 anos nas tropas de elite da PMESP (Polícia Militar do Estado de São Paulo), porém, após a morte do pai pediu licença da corporação para liderar a empresa de segurança da família.

Viviane e Nelson não se conhecem, mas têm uma característica em comum: redefiniram a rota e seguiram uma nova trajetória em busca de melhores condições de vida e saúde. (Leia mais no box verde com as fotos)

Encontrar a luz no fim do túnel e mudar a rotina não é fácil, explica a psicóloga Lilian Peretti Alves. Seja um casamento que não está dando certo, um curso que não satisfaz ou uma doença, a pessoa geralmente espera chegar em um limite para só depois tomar uma atitude e isso não é o correto. O importante é conhecer a si mesmo. Quando você se conhece, sabe onde pode mudar e como deve começar essa mudança, conta a psicóloga.

Fim de ano é uma época boa para isso. Esperançosas com a nova chance que nasce, as pessoas costumam colocar no papel tudo aquilo que precisam fazer. É o momento de deixar para trás aquilo que não funciona, que entristece, que não deu certo. É a partir daí que a pessoa recebe coragem e energia para mudar o que não satisfaz e o que não faz bem, recomenda a especialista.

E, como sugere a frase de Goethe no início desse texto,o que você pode fazer, ou sonhar que pode, comece já. A audácia tem dentro dela genialidade, poder e magia.

Viviane Ávila saiu do mercado corporativo para abrir uma confeitaria. / Foto: Eduardo Carmim
Vai ser ridículo se eu falar que não tive medo porque eu tive medo sim. Tive medo de não dar conta. É uma mudança que assusta porque antes eu ganhava dez vezes mais do que ganho hoje, mas quando saí do ramo corporativo e decidi empreender, ganhei mais saúde, mais vida, mais alegria. Nenhum dinheiro do mundo paga isso, comemora Viviane. E a guinada, conta a empresária do ramo alimentício, ocorreu de maneira despretensiosa. Eu respirava o meu antigo trabalho e não tinha tempo para nada. Teve um dia que o meu chefe enfartou e morreu na minha frente. Após isso, automaticamente me colocaram no lugar dele e fui ficando doente. Decidi fazer um curso de gastronomia para relaxar e percebi que poderia transformar isso na minha fonte de renda. Hoje faço o que eu quero e vivo a vida do meu jeito. Tenho demandas a cumprir, mas tudo é mais leve. Hoje eu consigo até dormir, brinca Viviane ao comentar os benefícios da mudança.
Nelson Santini saiu da Polícia Militar para tomar conta da empresa da família / Foto: Denny Cesare
Antes de dar o "pulo do gato" e largar a PM (Polícia Militar) para encarar uma vida nova, o tenente Nelson Santini também enfrentou desafios. Eu comandava a Força Tática da polícia e depois fui para a Rota. É uma vida de sacerdócio. Você tem que se doar para isso. Nesse período, meu pai ficou doente e eu vim para Campinas para ser um dos fundadores do 1º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia). Meu pai piorou e morreu. Aí eu pedi licença para me dedicar mais à minha família e também cuidar da empresa de segurança que era do meu pai. A decisão foi muito difícil, mas fui escolhido , herdei um patrimônio e não poderia abandoná-lo, portanto decidi assumir, conta o empresário.
Há três meses fora da PM, Santini já consegue mensurar as novas conquistas. Hoje consigo dar atenção à minha esposa, família, tenho finais de semana livres e faço viagens regulares. São coisas que parecem simples, mas que eu não podia fazer antes, relata.
Continue Lendo

Diversão literária

Via Pinterest

Com 22,6 mil curtidas no Facebook, a página literária Devolva meu livro, por favor é gerenciada pela estudante de Matemática Fernanda Chamilete Ceciliano, de 19 anos, que atualiza a rede com frases sobre livros, resenhas e sugestões de desafios literários. E a missão de cuidar da "Devolva", conta Fernanda, ocorreu de maneira inesperada. "Eu tinha a ideia de criar um blog literário, que nem teria esse nome. Eu já tinha ideias para o design do blog e só estava faltando um empurrãozinho para dar coragem de começar. Um dia acabei vendo uma publicação numa página que dizia algo do tipo: tenho outra página literária, mas não estou tendo tempo para administrar e não quero que ela fique parada. Se alguém tiver interesse em ficar com ela, pode comentar o motivo. O motivo para mim era claro! Era o empurrãozinho que faltava! Comentei que tinha interesse e o criador da página acabou me escolhendo para ficar com ela. Isso foi no começo de 2014 e na época ela tinha cerca de 2,5 mil curtidas", relembra a estudante.


Além de ganhar seguidores, de lá para cá a página recebeu posts com pitadas de humor. "O objetivo é mostrar que a leitura pode ser uma forma de diversão. Por isso a maioria das publicações é engraçada e acaba chamando a atenção dos leitores. A página também tem o objetivo de mandar indiretas, ou diretas mesmo, para os devedores de livros. Tanto que hoje o por favor do nome vem acompanhado de um taco de beisebol", brinca Fernanda.


E como nem tudo nessa vida é flor, a jovem admite que há dificuldades para manter a página literária. "A parte mais difícil está sendo administrar o tempo entre trabalho, faculdade, blog e página. Mas quando se quer dá um jeitinho. Outra parte que é um pouco difícil é criar conteúdo diferente do que já tem por aí. E no fim algumas páginas ainda removem os créditos da Devolva meu livro, por favor e postam como se elas tivessem produzido o conteúdo. Mas os leitores já conhecem de longe as publicações pelo padrão de cores e me falam quando alguma página faz isso", explica Fernanda ao falar sobre o plágio no ambiente virtual.
Clique AQUI para acompanhar a Devolva meu livro, por favor no Facebook, AQUI para ser redirecionado ao Skoob e AQUI para fazer parte do grupo literário da página. Também é possível seguir pelo Instagram @fcceciliano.

E você que está fazendo o planejamento de leituras para o próximo ano, que tal participar do desafio literário da Devolva meu livro, por favor? A proposta do desafio, explica Fernanda, é que ele não tenha regras. É uma meta de leitura que não impõe "leia ESSE livro". Para participar, a pessoa precisa ler 24 livros em 2016. "Mas não necessariamente serão dois livros por mês. Você pode ler um em um mês, três no outro. E você não precisa seguir a ordem das dicas. Isso seria muito chato. Nada impede de ler um livro sugerido na dica 5, depois 14, depois o 20. Quem manda é você. E se você quiser um que tenha dinossauros e não unicórnios, vá em frente. O desafio é só uma forma de ajudar quem tem dificuldade de escolher qual será o próximo livro", esclarece Fernanda.
Veja o cronograma do desafio
As fotos desse post foram retiradas da página Devolva meu livro, por favor
Continue Lendo

Nova colunista

Quem acompanha o Blog da Hida deve se lembrar da publicação que contou a história de duas pessoas que vivem numa Kombi (clique AQUI para relembrar). E a Karine Kerr, também moradora da Kombi, é a nova colaboradora de viagens aqui do blog. Toda semana ela trará uma novidade de turismo para os leitores. AQUI e AQUI é possível conferir dois textos que a Karine fez com dicas para economizar durante as viagens. E, enquanto a Karine prepara conteúdo novo para 2016, conheça um pouco sobre o perfil dela. Boa leitura!

Arquivo pessoal

Karine Kerr, 31 anos, já nasceu nômade. Filha de uma gaúcha e um paulista, nasceu no Ceará e foi criada no Rio Grande do Sul. Depois disso já morou em São Paulo, Florianópolis, Alto Paraíso de Goiás, mas o seu desejo mesmo era não morar em lugar nenhum e sim viver pelo mundo. 

Após uma viagem de carona pelo Brasil, em 2008, sabia que não podia fazer outra coisa, e que a rotina não era para ela. Tentou durante algum tempo levar a vida dita “normal”: faculdade, família, trabalho. Nunca terminou a faculdade (tentou três diferentes), a “família” não deu certo e o trabalho em escritório parecia cada vez menos uma opção real. Em 2013 decidiu não lutar mais contra quem é de verdade e abraçar o nomadismo como seu estilo de vida.

Na bagagem, agora, muito conhecimento. Já visitou, nesses quase 3 anos de estrada, 16 países, incontáveis cidades, tendo viajado de carona, bicicleta, ônibus, trem... Boa parte da América do Sul, Brasil Central, diversos países Europeus, tudo isso já foi conquistado por essa aventureira, que ainda quer mais. “O mundo é grande demais e minha curiosidade maior ainda. Quero conhecer pessoas, lugares, culturas, comidas, artes, quanto mais melhor!” diz ela, que iniciou no começo de novembro uma nova fase em sua vida. 

Ela e o companheiro viajam/vivem em uma Kombi, apelidada de “Pirata”. O objetivo agora é desbravar o interior do Brasil, ir até aqueles lugares totalmente fora das rotas turísticas, cidades pequenas, mas de gentes grandes.

Para se sustentar na estrada, criatividade: Karine costura à mão artigos diversos, vende as fotografias que faz pela estrada, pega trabalhos temporários, vende brigadeiros em parceria com o companheiro. Além disso, eles diminuem os gastos usando meios de troca de hospedagem, acampando, praticando o “freeganismo” quando possível e, principalmente, evitando o consumismo exagerado. Pelo caminho Karine fotografa tudo. Registra tudo que vê e conta histórias através de imagens. 

Com muita experiência de vida (e da vida na estrada), ela agora será colaboradora semanal no Blog da Hida. Dicas, experiências pessoais, comidas, culturas, novidades, tudo sobre o mundo das Viagens.
Acompanhe a Karine pelas redes sociais:
- www.facebook.com/projetoalternativa
- Instagram @projetoalternativa
- www.projetoalternativa.com
- www.flickr.com/people/projetoalternativa/
email: karinekerr@projetoalternativa.com
Continue Lendo

[Sorteio] O seu blog de cara nova


Oi, galera! Tudo bem? O Blog da Hida sabe o quanto é importante ter uma página na internet com conteúdo relevante e visual bonito. Ciente de que você batalha sempre para deixar os seus posts melhores, quero ajudar com a parte gráfica do seu blog e por isso farei sorteio de um template exclusivo para a plataforma blogger/blogspot. O seu novo blog será desenvolvido pela Colorindo Design. Clique AQUI para conhecer mais sobre a empresa. Além do template, o ganhador leva capas personalizadas para Facebook e YouTube. Logo abaixo, veja os passos para participar do sorteio e detalhes sobre o prêmio.

COMO FAÇO PARA PARTICIPAR

- Curta a página do Blog da Hida no Facebook. (É só dar like na caixa que fica do lado direito aqui do blog)

- Siga o Blog da Hida (É só seguir os passos da caixa SEGUIDORES que fica do lado direito do blog)

- Comente nesta publicação contando o que você deseja para o seu blog em 2016. Deixe o seu endereço de e-mail no comentário, pois é por ele que vamos avisar o resultado do sorteio caso você seja o vencedor. 

- É válido apenas um comentário por pessoa. Faremos o sorteio utilizando o aplicativo Random, que lança um número para cada comentário. O seu número será definido de acordo com a sua data e horário de comentário. Por exemplo, suponha que o usuário X faça um comentário hoje, dia 26 de dezembro de 2015, às 10h, e o usuário Y comente hoje, às 10h30. O usuário X vai receber o número 1 e o usuário Y receberá o número 2, seguindo a ordem dos horários. 

- O prazo de participação segue até o dia 3 de janeiro de 2016.

- O vencedor será divulgado dia 4 de janeiro de 2016 aqui no Blog da Hida. A pessoa também receberá e-mail.

PRÊMIO - CONFIRA A ESTRUTURA DO TEMPLATE

O template também acompanha capas para página no Facebook e Youtube. / Foto: Colorindo Design
Continue Lendo

Riscos e rabiscos

Durante palestra de jornalismo literário promovida pela Oficina Imprensa de Comunicação, descobri que Gay Talese escreveu Frank Sinatra está resfriado (um dos perfis mais famosos do jornalismo literário) apenas observando e anotando o comportamento de Sinatra em um bar. Com agilidade e riqueza em detalhes, Talese registrou todas as características de Sinatra e conquistou uma história surpreendente. Saiba mais sobre esse artigo AQUI e logo abaixo veja as anotações de Talese.

Via reprodução
Contei esse caso apenas para exemplificar como é importante ter um local para anotar as ideias. Os melhores pensamentos surgem quando menos esperamos e por isso é fundamental estar prevenido. Já dei dicas de criatividade e anotações (AQUI e AQUI) e  neste texto quero mostrar os cadernos que vou usar para organizar o ano de 2016. 

JOURNAL PARA INSPIRAÇÕES: No curso para blogueiros promovido pelo Centro Universitário Belas Artes em parceria com a plataforma F*Hits, aprendi que coletar inspirações ajuda no processo de criação. Para isso é necessário ter onde guardar recortes, textos, frases e fotos legais. Em 2016 vou usar essa caderneta que ganhei de brinde do departamento de Comunicação da GVT para registrar todas as boas ideias e recordações que eu tiver. Gostei desse caderno porque ele é reforçado, tem elástico, as páginas não são pautadas e há um espaço para identificar o nome do proprietário.




CADERNO DE BOLSO: Em um sorteio de amigo secreto literário ganhei esse caderninho das meninas do blog Sure We Have a Blog. Mesmo sendo brochura, ele é bem flexível e possui facilidade no manuseio. As páginas são pautadas e eu gostei porque vou usar para escrever. Ele é pequeno e isso é ótimo porque cabe em qualquer bolsa. Ele vai ser o meu companheiro ambulante caso surja alguma ideia legal e de última hora.




PARA O BLOG: Uma das minhas metas em 2016 é postar todos os dias no blog e para isso preciso ter um planejamento de posts. Esse caderno abaixo será ótimo para isso. Ele também é brinde e recebi da ADS Comunicação Corporativa, empresa que presta serviço de assessoria de imprensa para terminais rodoviários de cidades como Campinas, São Paulo, São José dos Campos, Campo Grande e Brasília. As páginas são pautadas e no final há uma lista para anotar contatos. E o melhor de tudo: no início há um planejamento diário de todos os meses do ano. Ou seja, tenho um espaço para anotar as ideias de posts e visualizar o conteúdo que vou publicar no blog. 


E vocês, o que estão fazendo para organizar o próximo ano? A Rebeca do Blog Papel Papel fez esse post bem legal sobre o mesmo tema. Recomendo a leitura (clique AQUI).
Continue Lendo

Literalmente falando


Livros são amor e é encantador descobrir novas histórias e personagens. O ano de 2015 foi bacana porque eu tive muitas experiências literárias e neste texto quero registrar alguns destes momentos. Esses livros são recentes e vou postar resenhas no futuro conforme eu for concluindo as leituras.

TROCAS EM SEBO

Pela primeira vez, entrei em um sebo para trocar livros. Até então, tinha ido neste locais apenas para comprar obras, mas nunca havia levado material para trocas. A experiência foi legal e quero fazer mais vezes. Eu levei quatro livros: A culpa é das estrelas (John Green), Morrer para viver (Andressa Urach), Um dia (David Nicholls) e Esperando por você (Susane Colasanti). Com exceção da biografia da Andressa Urach que comprei e depois me arrependi (nem cheguei a ler, inclusive), os demais eu troquei porque estavam repetidos na minha estante.

A negociação foi feita no Sebo e Lojão, que fica no Centro de Campinas. O atendente avaliou os livros e me concedeu R$ 40 em créditos na loja. Ou seja, eu não poderia trazer dinheiro para casa e deveria escolher livros que somassem o valor da troca. O resultado não poderia ter sido melhor: peguei o livro Simples assim, que reúne crônicas da Martha Medeiros, e o Coisas bem legais para ser muito feliz, um livro interativo que tem cartelas de adesivos (veja na foto abaixo) e cartões destacáveis com mensagens bonitas para eu colar onde quiser. Esses dois livros custaram R$ 35 cada e estavam novos, ainda dentro da embalagem. Além disso, peguei uma ecobag estampada com a frase Eu amo ler e por isso troco livros. A ecobag custou R$ 10. Valor da compra: R$ 80. Aí tive o desconto de R$ 40 dos livros que deixei lá mais um desconto de R$ 5. Desembolsei R$ 35, saí com materiais novos  e um sorriso no rosto.




AMIGO SECRETO LITERÁRIO

A Rebeca do Blog Papel Papel promoveu um amigo secreto literário com 11 blogueiros. A brincadeira consistia em presentear um blogueiro com um livro usado que tínhamos na estante. Eu tirei a Sora do blog Meu jardim de livros e dei para ela o livro Comer, rezar e amar, da Elizabeth Gilbert. As meninas do Sure We Have a Blog me tiraram no sorteio e delas eu ganhei a obra O maravilhoso agora, de Tim Tharp. Também recebi um caderninho, desenho da mulher gato e adesivos de anotações. 


SORTEIO INTRÍNSECA

Eu raramente ganho algo em sorteios, mas por uma grata surpresa da vida ganhei um concurso promovido no Instagram pela Editora Intrínseca. Como prêmio, recebi o livro Surpreendente do Maurício Gomyde. Quem participou do sorteio tinha que postar no "Insta" uma foto que lembrasse o amor pela leitura. Publiquei uma cena do filme Matilda em que a protagonista estava sentada no sofá compenetrada em um livro. Matilda é um filme inspirador. 


DESCOBRINDO NOVOS AUTORES

Um dos meus planos para 2016 é descobrir novos autores e editoras. Neste ano conheci a Editora Charme e dela comprei o livro Quando o amor acontece, da estudante de Jornalismo Thaís Santos Lurco, que tem 20 anos. Adorei a capa do livro e estou curiosa para começar a leitura. Também ganhei um marca página personalizado.



REVISTA CAPITOLINA

A Revista Capitolina, publicação voltada para o público feminino, lançou um livro que reúne os principais textos das últimas 12 edições da revista. A obra aborda temas como identidade de gênero, medos, sonhos, corpo, cor da pele, família, moda, beleza, entre outros. É um livro que busca mostrar o poder das garotas. Estou encantada com a quantidade de informação relevante que tem nessa obra. Sem dúvida, é muito mais que um livro, é um material de pesquisa sobre temas atuais.


Continue Lendo

Curso para blogueiros (Parte final)

Olá, pessoal! Quem acompanha o Blog da Hida sabe que estou publicando uma série de textos com dicas sobre o curso para blogueiros promovido pelo Centro Universitário Belas Artes em parceria com a F*Hits, plataforma de digital influencers que inclui 27 blogs com mais de 9 milhões de visitas e 30 milhões de visualizações de páginas. Desde o início, a série estava programada para ter quatro postagens. A primeira e a segunda você pode conferir AQUI e AQUI, respectivamente.

Os dois últimos módulos do curso foram muito focados em divulgação, parcerias e publicidade. Como o tema é idêntico, resolvi juntar as partes 3 e 4 da nossa série em apenas um post, então esse é o último texto com dicas sobre o universo blogueiro. Mais uma vez vou separar as dicas por tópicos para facilitar a leitura. Espero que vocês gostem. Aguardo opiniões nos comentários.

Via reprodução
- Nos módulos anteriores vimos que é importante ter conteúdo relevante e presença ativa nas redes sociais para conquistar influência e credibilidade. São essas duas características (influência e credibilidade) que vão fazer o seu blog se tornar interessante para marcas. E é a partir daí que surge oportunidade de parcerias.

- É necessário que o seu blog tenha um mídia kit. Não importa se você tem 10, 100 ou 1 milhão de seguidores, tenha sempre um mídia kit pronto. Você não vai querer ser pego despreparado quando uma empresa te pedir esse material.

- O mídia kit é uma página que apresenta um conjunto de informações relevantes para anunciantes e agências de publicidade. Inclui estatísticas de acesso, perfil do público do seu blog, tipo de conteúdo produzido, preços e descrição dos espaços disponíveis para anúncios no seu blog.

- São vários os tipos de publicidade que podem ser feitos no seu blog. Os mais tradicionais são Google AdSense, banners, publieditorial, testes de produtos e sorteio ou concurso. A seguir, conheça detalhes de cada um.

- Google AdSense: programa de publicidade contextual ofertado pelo Google. Por meio do monitoramento do conteúdo do blog, o Google seleciona anúncios coerentes com a proposta editorial. Os anunciantes são aqueles inscritos na ferramenta Google AdWords. Não podem ser escolhidos pelo blogueiro porque são os algoritmos do Google que definem a contextualização dos anúncios. No entanto, o blogueiro pode barrar anunciante que não lhe convém. O resultado comercial por clique é dividido entre o Google e o blogueiro.

- Banner: peça gráfica com link, animada ou não, na qual o usuário clica e é levado para o site do produto anunciado. Seu formato pode ser quadrado, retangular, expansível ou selo.

- Publieditorial: mensagem publicitária integrada ao conteúdo do blog (post patrocinado).

- Testes de produtos: apresentação da opinião do blogueiro sobre dado produto, considerando sua experiência de uso. 

- Sorteio ou concurso: estratégia de promoção de vendas. A marca oferece um produto que é sorteado entre as leitoras mediante o cumprimento de regras.

- Se for ter um blog como fonte de renda (ou seja, algo monetizado), é importante ter em mente que você precisa ser ético e transparente com o seu leitor. Portanto é necessário deixar claro o que é ou não conteúdo patrocinado. O leitor não gosta de ser enganado.

- Ser ético também é aceitar apenas parcerias de empresas que têm coerência com o seu perfil e estilo de vida. Não anuncie aquilo que não faz parte da sua realidade ou que contraria os seus princípios. 

- Blog bom não é blog repleto de anúncios. Cuidado para não fazer da sua página um comércio ambulante. Tenha em mente que o leitor deseja conteúdo de qualidade. Busque melhorar as suas publicações.
Continue Lendo

Inspiração: cadernos artesanais

Que produtos de papelaria são inspiradores, ninguém tem dúvida, mas você sabe como funciona o processo de produção de cadernos artesanais? O post de hoje é uma entrevista com o Luiz Marcatto, designer e criador da Libretto, marca de cadernetas feitas a mão. Durante a conversa com o Blog da Hida, Marcatto contou como surge inspiração para novos cadernos, quanto tempo dura a criação dos produtos, importância de trabalhos manuais e como é importante buscar boas referências para criar coisas novas. Boa leitura :)




Quem produz os cadernos da Libretto?
A equipe total da Libretto tem hoje cinco pessoas: eu, que sou formado em design gráfico pela UEMG e criei a Libretto junto com a Rafaella Queiroz, minha sócia e designer de moda formada na FUMEC. Além da gente, temos uma funcionária e duas estagiárias. Temos ainda 10 artistas convidados que criam artes pra gente e mais um punhado de gente que ajuda a colocar tudo no devido lugar.

Desde quando a marca existe?
Eu trabalho com encadernação desde 2009, mas a Libretto existe como marca desde 2012. Desde 2013 temos um atelier próprio onde produzimos todo o material e damos cursos de encadernação. Clique AQUI para conhecer a loja.

De onde surge a inspiração para criar os produtos e definir a estampa?
De tudo que a gente vê, mas sobretudo da cultura pop e objetos antigos que caíram em desuso. Foi assim com as séries VHS, Disquete e Fita K7. Além delas, sempre procuramos artistas e ilustradores para desenvolver novas capas. Conhecemos essas pessoas por indicação, procurando na web ou por felizes acidentes de percurso.

Quanto tempo um caderno demora para ficar pronto?
Essa é uma pergunta que todo mundo faz e que é difícil de ser respondida. Nós quase nunca fazemos um caderno inteiro do começo ao fim. Sempre fazemos por partes: dobramos o papel para vários cadernos, depois costuramos, colamos, fazemos as capas e no final produzimos um montão de caderno de uma vez só. Se precisasse pegar do zero e fazer um caderno inteiro, levaria duas horas mais 12 horas até a secagem completa da cola.

Qual é o diferencial da Libretto?
Produzir materiais de forma artesanal com acabamento impecável e, o mais importante, com design aplicado. A gente sempre deseja o equilíbrio entre o design moderno e o "feito a mão". Além disso, buscamos uma comunicação leve e linguagem bem clara com nossos consumidores.

Qual é a missão da marca?
Empoderar a produção manual em todo o Brasil e, principalmente, em Belo Horizonte, onde fica o nosso atelier. Além dos cadernos, fazemos isso através dos cursos e das parcerias com outros produtores locais. Nossa missão principal é, em um tempo onde tudo é mecanizado e feito de forma absurdamente rápida, retomar os valores da produção artesanal, sempre com cuidado pelo acabamento perfeito e design aplicado.

Quais são os benefícios de comprar produtos feitos a mão?
Para o comprador, é ótimo de várias formas. No âmbito individual, ele compra um produto que passa por um controle de qualidade maior que de qualquer máquina - tudo é feito a mão com cuidado, cada passo é controlado para que não haja defeitos. O processo manual também permite que o produto dure muito mais e garante que cada pessoa tenha um produto único, feito a mão especialmente para ela. Para a comunidade também é sensacional. Cada centavo investido no comércio local gera empregos e movimenta a economia da região. Nós trabalhamos com fornecedores locais, então cada vez que o cliente compra da Libretto, a Libretto compra de outros pequenos produtores e empresas de pequeno porte e investe dinheiro no mercado da cidade, do estado, do país. Todo mundo ganha!

Vocês trabalham com produtos criativos. Qual a dica que dão para quem deseja se tornar uma pessoa mais criativa?
A gente acredita que a criatividade existe em qualquer lugar. Pra quem não se acha nada criativo, acho que o "ócio criativo" (teoria do Domenico de Masi) é super válido. Não é a toa que muitas ideias surgem quando a gente menos espera né? Pessoalmente, acho que criatividade tem tudo a ver com se cercar de boas referências. Fazer um painel visual com imagens que gosta e trabalhos que admira, criar uma conta no Behance e salvar os trabalhos favoritos de outros artistas e designers, montar um painel no Pinterest só para salvar todas as imagens inspiradoras que encontrar na internet. Tudo isso ajuda a colocar o cérebro para funcionar e criar algo novo.

Continue Lendo

Como economizar na viagem (parte 2)

No texto anterior o assunto foi economia: como gastar menos na hora de tirar as merecidas férias. (Não leu? Clique AQUI para saber como foi). Agora que você já aprendeu como economizar na hora de procurar hospedagem e transporte, chegou a hora de dicas para gastar menos ao chegar no destino. Alimentação e os passeios que fazemos são, com certeza, boa parte dos gastos em uma viagem.

ALIMENTAÇÃO

Você não precisa ir todos os dias nos restaurantes badalados da cidade só porque está de férias. Comer em restaurantes populares, aqueles em que os nativos almoçam todos os dias, além de proporcionar uma boa economia também fará você ter uma visão mais real do dia a dia do lugar. Comer em redes de fast-food também pode parecer tentador, mas pode sair o triplo do valor de um restaurante simples. Vale lembrar ainda que em alguns lugares o "normal" é comer na rua mesmo, e isso pode ser uma experiência fascinante. Aquele prato típico que no restaurante você pagaria super caro, na rua encontra por quase nada.

"Saice", um prato típico de Tarija, na Bolívia. Além de comer junto com os bolivianos, custou o equivalente a R$2,00. / Foto: Micael Salton

Se você tem um pouco mais de tempo e um orçamento ainda mais apertado, também pode optar por cozinhar suas refeições. Procure descobrir qual o supermercado mais barato, o dia da feira, etc. Ao escolher um hostel, veja se ele tem cozinha coletiva (a grande maioria dos hostels oferece essa vantagem). Se for ficar na casa de alguém, pergunte ao anfitrião se pode utilizar a cozinha, e também já se ofereça para preparar uma refeição para todos. Pode ser uma boa chance de preparar aquele feijão com arroz brasileiro que dá tanta saudade quando você está lá fora.

PASSEIOS

Ao chegar em um lugar novo, queremos conhecer todos os pontos turísticos, fazer todos os passeios, etc. Mas em um lugar com muitas opções, isso pode ocasionar um gasto enorme. A dica é, então, procurar atividades gratuitas pela cidade. Geralmente as capitais têm promoções nos museus, um dia de semana ou do mês em que as entradas são gratuitas. Em muitas cidades existe também algum tipo de "walking tour" gratuito, são passeios a pé pela cidade, com guia local. Normalmente são jovens universitários, que cresceram ali e querem mostrar a sua cidade. O valor quem decide é você no final do tour, paga o quanto acha que valeu aquele passeio. Ou não paga nada, se realmente não tem, mas o legal é incentivar esses jovens a permanecer em suas cidades de origem, valorizando o trabalho deles.

Você pode também só caminhar pela cidade, conversar com as pessoas, perguntar sobre os lugares. Esqueça o celular no hostel/hotel por um dia e tente viver como se não existisse GPS nem Wikipedia nem TripAdvisor. Vá até o posto de informações turísticas, pegue um mapa de papel e divirta-se descobrindo lugares que não estão nos guias turísticos.

Várias cidades já oferecem também outro meio de conhecer o lugar: bicicletas. Em geral você deixa um documento, em alguns lugares paga uma taxa que é devolvida no final, e em outros ainda a volta de bike é totalmente gratuita, como em Aveiro, cidade no norte de Portugal. Com certeza você verá a cidade de uma outra forma, e ainda faz bem para sua saúde. Se a cidade não oferecer o serviço, algumas empresas privadas também ofertam, mas cobrando um valor maior. Ainda assim pode valer a pena, melhor rodar pela cidade de bike do que ficar pegando táxis. Aliás, utilizar o transporte público também é uma dica valiosa.

Bicicletas gratuitas em Aveiro, norte de Portugal. Além da economia, faz bem para saúde do corpo e do meio ambiente. / Foto: Karine Kerr

Existem muito mais dicas para economizar durante as viagens, mas essas são as principais. Acompanhe os textos semanais aqui no blog e fique por dentro de tudo que acontece no mundo das Viagens. Na próxima semana eu trarei informações sobre turismo doméstico: com o dólar lá em cima o negócio é viajar aqui dentro do Brasil mesmo. Até lá!

Se você acha que faltou algum item nessa lista, deixe aqui nos comentários. Sobre o que vocês gostariam de ler nos próximos posts? A participação de vocês é muito importante! Para saber mais sobre mim, clique AQUI
Continue Lendo

Como economizar na viagem

O verão é a época em que a maioria das pessoas tira férias, todos querem descansar do ano corrido que passou. E nada melhor para relaxar que uma boa viagem. Mas com as festas de fim de ano chegando, as despesas também aparecem, e muita gente fica desmotivada para viajar, pois não vai sobrar dinheiro suficiente para pagar aquele hotel na montanha ou comer no restaurante na beira da praia. Mas é possível viajar gastando pouco, e ainda se aprofundar mais na cultura dos locais que visitar. Nesse e em outro post que será publicado na próxima quinta-feira, você encontrará dicas que podem te ajudar a economizar em sua futura viagem. Para começar, é importante ter planejamento para gastar menos com transporte e hospedagem.

TRANSPORTE

Como você vai chegar no seu destino? Se você for um viajante mais desapegado, pode viajar de carona. Pode parecer difícil, coisa de maluco, mas não é. É como uma pescaria: você precisa ter paciência, escolher uma boa "isca" (fazer uma placa, por exemplo) e tentar. Às vezes pode demorar horas até que alguém pare para você, mas quando parar vai ser emocionante. E nem todo caroneiro é de beira de estrada: alguns preferem pedir carona sempre nos postos de gasolina, ou em pedágios. Há ainda a opção de procurar por grupos no Facebook onde as pessoas oferecem transporte solidário, ou usar sites para pedir carona (Acabou de chegar ao Brasil o site
"BlaBlaCar", que reúne caronas pagas).

Boa aparência, simpatia e paciência são segredos para conseguir boas caronas. / Foto: Micael Salton

Mas para alguns lugares é bem mais difícil conseguir carona, ou caso você não se sinta à vontade com a ideia, então terá que recorrer à outros meios de transporte. Procure sempre ficar atento às promoções das companhias aéreas e quando estiver planejando uma viagem faça uma busca e salve a rota. A maioria dos sites avisa quando a passagem estiver em promoção. Comprando com antecedência também é possível conseguir bons preços. E isso não vale só para companhias aéreas: empresas que fazem cruzeiros transcontinentais, por exemplo, precisam levar seus navios de volta à costa de origem no final da temporada, e isso faz com que o preço das cabines fique super em conta. Que tal se programar para viajar nesse período?

HOSPEDAGEM

Utilize meios de troca de hospedagem, como os sites Couchsurfing e Trustroots. Criando um perfil você pode procurar por anfitriões no lugar onde está planejando ir e, além de economizar um bom dinheiro com hospedagem, ainda tem a oportunidade de interagir com pessoas que moram naquele lugar. Você pode começar a utilizar essa ferramenta mesmo antes de viajar, oferecendo sua casa para viajantes do mundo todo, o que faz você viajar sem sair de casa.

Uma boa opção para quando você quer passar mais tempo em algum lugar, ou descansar sozinho por uns dias durante uma viagem longa, é alugar um apartamento ou um quarto através de sites como o AirBnb. Nele você se cadastra, encontra o tipo de acomodação que deseja e paga por diária, como se fosse em um hotel, mas fica na casa de pessoas normais, que disponibilizam um ou mais quartos para aluguel por temporada. Planejando com antecedência é possível conseguir ofertas muito boas em lugares incríveis.

Apartamento em Belgrado da década de 60, época da ex-Yugoslávia. Pela metade do preço de uma diária de hostel, um apartamento inteiro./ Foto: Karine Kerr

Essa foi minha primeira colaboração aqui no Blog da Hida e espero que tenham gostado! Na semana que vem trarei a continuação desse post e vou abordar dicas para economizar com alimentação e passeios. Para saber mais sobre mim, clique AQUI.

Ficou com alguma dúvida, ou quer saber mais? Tem mais alguma dica para economizar? Deixa um comentário aqui e a gente responde!
Continue Lendo

Caçadores de histórias

Rico ou pobre. Jovem ou idoso. Todo ser humano tem uma história e cada história revela um pouco sobre a vida de uma pessoa. E foi pensando em dar visibilidade para histórias de vidas invisíveis, que em março de 2014 um grupo formado por cinco amigos criou a SP INVISÍVEL, página no Facebook que reúne relatos de moradores de rua. Publicados sempre em primeira pessoa, os textos têm a finalidade de motivar um olhar mais humano na sociedade.

Com 273,3 mil curtidas, a página é mantida e atualizada por Vinícius Lima, André Soler, Marina Vancini, Gabriel Marques e Cesar Rota, que todos os domingos de manhã saem para coletar entrevistas e fotos de pessoas que vivem nas ruas de São Paulo. "A página tem um objetivo de conscientização. Queremos abrir os olhos, a mente e o coração da população para as pessoas que estão em situação de rua. A causa não são os moradores de rua diretamente, mas a sua visibilidade e a visibilidade de todos os excluídos", conta Vinícius Lima.

Ainda segundo ele, cinco pessoas já conseguiram sair das ruas depois que tiveram as histórias de vida compartilhadas na página. "O pessoal [da página] gosta quando alguém volta pra casa e nós conseguimos reencontrar e eles nos contam as novidades", relembra Lima.

Abaixo, acompanhe um dos relatos que já apareceram na página SP Invisível.
A HISTÓRIA DE RICHARD
Richard saiu de casa porque brigou com a mulher e hoje vive na rua / Foto: SP Invisível

"To aqui na rua há três dias só. Vim porque a minha mulher terminou comigo. Minha relação com ela não era muito boa, da minha parte era tranquila, mas ela não gostava porque eu bebia demais. Ela já tinha me dado várias chances, mas eu não parava. Teve um dia que ela se estressou e acabou com tudo. Meu nome é Richard. Aqui na rua procuro ficar longe do pessoal que usa muita droga porque eu só bebo. Um dia, um cara foi me oferecer crack e eu dei uma porrada nele. Eu quero achar uma clínica e conseguir um emprego, sou pintor de carro. Vim só com 150 reais e to me virando. O último emprego eu também perdi por causa da bebida, chegava atrasado, bêbado e cheirando álcool. Comecei a beber quando eu tinha 13 anos, acompanhava meu pai na sinuca, ficava olhando e ele enchia o copo dele de 51 e falava pra eu tomar porque era docinho. No começo, não gostava, mas fui acostumando e hoje não paro. Não quero voltar pra minha mãe porque já to velho e meu padrasto não gosta de mim, e meu pai tá com problema de saúde.
Eu quero parar de beber e vou conseguir. Tem um cara da banda de forró que eu participava que bebia mais que eu e hoje não enfia uma gota de álcool na boca. Deus me deu muitos dons e eu não posso desperdiçar, tenho que usar eles pro bem." #SPinvisível #SP
Saiba mais: para ler outras histórias é só clicar AQUI e conhecer a página.
Continue Lendo

Marcadores de livros para imprimir

Foto: Blog Wild Olive

Todo apaixonado por livros também ama marcadores de páginas. Hoje apresento uma coletânea de marcadores lindos que estão disponíveis para download. É só baixar, imprimir e deixar a leitura em dia. Espero que vocês gostem! Aguardo opiniões nos comentários.

O post está organizado da seguinte maneira: cada coleção indicada tem o título com o nome do blog/artista que fez o marcador. Se você gostar de alguma imagem, é só clicar na foto e logo em seguida será redirecionado para o link de download. Aí é só usar a criatividade e enfeitar os seus livros. Boa leitura!

MUY MOLÓN

WILD OLIVE

LEMON SQUEEZY





Continue Lendo

Escalda pés - Belo Sapone

Escalda-pés versão lavanda com uva. / Foto: Hidaiana Rosa

Quem trabalha em pé ou utiliza sapatos fechados com frequência, geralmente fica com os pés cansados e doloridos no final do expediente. E mesmo depois do banho, essa sensação incômoda pode durar por muito tempo. Segundo a massagista e esteticista Andressa Cardoso, o ideal é que a pessoa faça massagens uma vez por semana. "Esse procedimento vai eliminar o cansaço do dia a dia e dar mais maciez aos pés", conta Andressa.

Ainda segundo a massagista, fazer escalda-pés em casa é uma opção econômica para se livrar do desconforto dos pés cansados. "Nem sempre a pessoa tem dinheiro para fazer massagem em um profissional, mas o escalda-pés é uma alternativa eficaz e viável nesses casos. Sem contar que esse procedimento é recomendado até para aquelas pessoas que costumam fazer massagens com frequência", esclarece a especialista.

O escalda-pés é uma terapia antiga, mas ainda eficiente para relaxar e aliviar o estresse acumulado com as tarefas do cotidiano. Além disso, conta a esteticista, o método estimula a circulação sanguínea.

A Belo Sapone (marca de produtos artesanais de beleza e linhas relaxante e home) me enviou um escalda-pés da versão lavanda com uva. O cheiro do produto é agradável e deixa o ambiente muito perfumado. A sensação de conforto que o escalda-pés proporciona é imediata e por isso decidi publicar resenha aqui no blog para que outras pessoas conheçam os benefícios.

Como se usa

- Encha uma bacia com água morna
- Acrescente uma colher e meia do produto
- Mergulhe os pés na água e faça movimentos contínuos (Eu fiquei fazendo isso até a água esfriar)
- Depois que sentir que a água esfriou e os sais do produto derreteram, é hora de tirar os pés e enxugar

Benefícios

- Os produtos da Belo Sapone são artesanais, então quando recebi fiquei encantada com a embalagem, laço e etiqueta... Tudo feito a mão e com muito capricho. Achei isso um diferencial.
- A fragrância do escalda-pés é bem forte, porém não causa enjoo. E isso é bom porque não gosto de cheiros que incomodam. 
- O cheirinho se espalha pela casa e deixa o ambiente muito agradável
- Durante a massagem com o produto na água já dá para sentir a sensação de relaxamento. E no término da terapia o resultado é o mesmo.
- Os pés ficaram macios depois do procedimento e com o cheiro da fragrância do produto.

Rendimento

- Esse potinho aí da foto rende três terapias

Onde e como comprar

A Belo Sapone aceita encomendas on-line. Para consultar valores dos produtos e frete, é só entrar em contato com a marca AQUI pela página no Facebook ou enviar WhatsApp para o número (19) 9.9797.9587. Também é possível escrever para o e-mail belosapone@gmail.com

Outros produtos

A Belo Sapone também produz difusores de ambiente, sabonetes decorativos, velas perfumadas, álcool em gel, entre outros produtos.

Os produtos da Belo Sapone são artesanais e embalados manualmente, colocando mais afeto nas linhas da marca./ Foto: Hidaiana Rosa
Continue Lendo

Projeto 5 on 5 [Vermelho]

Uma das coisas que coloquei em mente quando decidi criar o blog era que eu deveria estudar e aprender fotografia. Admiro pessoas que sabem fazer uma boa foto e sei que eu ainda tenho muita coisa para melhorar. Com o objetivo de treinar o olhar e praticar alguns "cliques", convidei quatro blogueiras para o Projeto 5 on 5. A ideia consiste em fazer cinco fotos sobre determinado tema e postar todo dia cinco de cada mês. Esse é o primeiro post do projeto e para dezembro escolhemos o tema VERMELHO.

Pensando nisso, resolvi registrar cinco objetos simples que fazem parte do meu cotidiano e que de alguma forma me inspiram. Aguardo opiniões nos comentários.

LIVROS: desde criança gosto de ler e viajo no mundo dos personagens. Entre várias obras que admiro no universo literário, o livro Faça amor, não faça jogo com certeza é destaque. Nele o autor Ique Carvalho reúne crônicas sobre sentimentos como amor e amizade. Os textos são curtos, porém profundos. Livros de capa vermelha são lindos. Também gosto de capas na cor azul.

OBJETOS DECORATIVOS: uma decoração bonita e harmoniosa é capaz de alegrar qualquer ambiente. Em casa tenho um vasinho com pimenta, tempero que eu adoro na comida. As pimentinhas do vaso da foto são falsas, mas o sorriso que elas me arrancam sempre que as vejo é verdadeiro.

PAPELARIA: quem me conhece sabe que não dispenso itens de papelaria. Sempre carrego caneta, lápis e bloquinho na bolsa. Afinal, nunca sabemos quando uma ideia bacana vai surgir, mas devemos estar preparados para registrar em qualquer momento. 

COCA E ÁGUA: pode parecer bobagem, mas água e refrigerante são as minhas bebidas favoritas. Reduzi a quantidade diária de Coca Cola e aumentei o volume de água para ter uma vida mais saudável, mas sempre que posso bebo uma coca geladinha. 

HERÓIS: Homem de Ferro, Batman, Mulher Maravilha, Hulk, Wolverine... Enfim, é longa a lista dos meus heróis favoritos. 

QUER CONHECER AS FOTOS DAS OUTRAS BLOGUEIRAS? ENTÃO CLIQUE NOS NOMES E VÁ PARA OS BLOGS: AS BESTEIRAS QUE ME CONTAM (JUJU BITTAR) / MIX DE CEREJA (SHERRY) / NOSSO CAFOFO (ÍSIS BARRETO) / AS BORBOLETAS DE ANA (ANA PAULA)




Continue Lendo
© Blog da Hida | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.