Destaques


Por Blog da Hida •
17 novembro 2019

Corrida: um esporte democrático e acessível

Um bom tênis e disposição para conquistar saúde e alegria. Esses são os requisitos para começar a praticar corrida de rua, esporte democrático, acessível e que aproxima pessoas. 

Graduado em Educação Física pela PUC Campinas e especialista em treinamento esportivo, Ronaldo Dias conta que a corrida de rua proporciona muitos benefícios ao atleta. "Melhora os níveis bioquímicos do sangue, sensibiliza a produção de hormônios que dão a sensação de bem-estar e garante melhora nos níveis de força, resistência e coordenação motora", cita o especialista.

Foto: Karolina Grabowska/Kaboompics
Ele ainda diz que "corrida não é, não foi e nunca será só corrida" porque a prática constante do esporte ainda traz benefícios como melhora da socialização e convívio em grupo. Muito bacana, né?

Mas é claro que para conquistar tudo isso é necessário preparo e cuidados. Antes de começar os treinos, o futuro atleta deve buscar médico para checar as condições físicas e de saúde. Além disso, a pessoa precisa consultar profissionais especializados em treinamento esportivo para evitar lesões.


Como diz o ditado popular, "saco vazio não para em pé" e corrida também exige boa alimentação por parte do atleta. Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, explica que é fundamental que o atleta esteja bem hidratado e abastecido de energia para começar a corrida. "Para isso, devemos nos atentar para manter uma boa hidratação no dia anterior à prova e ingerir aproximadamente 300 a 500 ml de água na hora que antecede à corrida", recomenda.

Com especialização em nutrição clínica e esportiva, a profissional conta que em relação à refeição em si, "precisamos de energia vinda dos carboidratos, combinados com uma pequena quantidade de proteínas e gorduras. Lembrando que a refeição imediatamente antes da corrida não deve ser muito volumosa, para não causar desconforto gástrico e prejudicar o desempenho na prova", alerta Renata.

Bons exemplos de alimentos para a refeição pré-prova são:

Banana com aveia e água de coco
Pão com requeijão ou manteiga e suco de fruta natural
Smoothie de frutas congeladas com água de coco
Salada de frutas com granola e água de coco

Você faz parte daquele grupo de pessoas que não conseguem comer logo pela manhã? Nesse caso, a especialista indica o consumo de alimentos específicos. "Alimentos gelados, líquidos e até mesmo cítricos ajudam bastante. Vitaminas de frutas e salada de frutas são boas opções. É bastante importante que a última refeição do dia anterior, no caso de provas no início da manhã, seja rica em carboidratos, como batata, arroz branco, macarrão, mandioca, para ajudar no aporte de energia na manhã seguinte", esclarece Renata.


Também há alimentos que devem ser evitados em dia de corrida. "Alimentos que não são do consumo habitual do atleta não devem ser ingeridos antes das provas. O ideal é também não realizar refeições em locais que não sejam de confiança. Algumas pessoas podem se sentir mal com o consumo de lácteos antes das provas e, portanto, devem evitar leite, queijo e iogurtes pré-exercício. Alimentos muito gordurosos, como frituras ou carnes gordas também podem causar desconforto gástrico durante a prova", avalia Renata.

Muita dica bacana, né? Agora é só sair do sofá e começar a seguir os caminhos de uma vida mais ativa :)

Comentários via Facebook

0 Comentários:

Postar um comentário

siga no instagram hidaianarosa
subir

Blogger © Blog da Hida

Referência: pipdig.co • Desenvolvido com por iunique