Início Sobre contato anuncie recomendo

Jovem usa tirinhas para lutar contra o preconceito


Unindo criatividade e bom humor, a estudante de Artes Digitais Lana Sousa, 19 anos, cria tirinhas para criticar atitudes machistas e homofóbicas. Todo o material  de Lana é compartilhado na página Mundo Meio Roxo, que conta com mais de 79 mil seguidores no Facebook. Além de conscientizar os usuários com ilustrações contra o preconceito, Lana utiliza o espaço para falar sobre situações do cotidiano como signos e estudos. 

"Eu faço desenhos desde criança. Minha primeira inspiração para desenhar foi lendo A Turma da Mõnica e outras histórias em quadrinhos. A página foi criada em março", conta Lana ao explicar a relação que tem com o universo das ilustrações.

"Primeiro eu anoto o roteiro da tirinha em um caderno, depois eu faço o rascunho e a arte final no Paint Toll Sai e o Photoshop eu uso para editar os diálogos dos personagens da tirinha", diz Lana.

A abordagem sobre os assuntos polêmicos que rondam a sociedade, esclarece a jovem, surgiu com o tempo. "Descobri que tinha amigos que eram preconceituosos e eu consegui tirar esse pensamento deles. Então eu pensei se eu conseguiria fazer o mesmo por meio das tirinhas. Mudar pensamentos desse tipo", afirma Lana.


Fotos: a imagem que abre a postagem é do site Kaboompics e as tirinhas são da página Mundo Meio Roxo.
Continue Lendo

Projeto ajuda a encontrar animais perdidos


Perder o pet nem sempre é uma situação simples de ser resolvida pelo tutor do bichinho e pode gerar problemas emocionais. Pensando nisso, a médica veterinária de Campinas, Larissa Gorni, 23 anos, criou o Patinhas Perdidas (@patinhaperdida), projeto no Instagram que ajuda a encontrar animais perdidos na RMC (Região Metropolitana de Campinas).

A ideia de criar o Patinhas Perdidas, explica Larissa, veio da necessidade de ter um projeto direcionado apenas para a localização de animais que se perderam dos tutores. "Tenho amigas que fundaram organizações não governamentais em Campinas e deu certo. Ajudam muitos animais e isso sempre me inspirou. Como sei que os objetivos das ONGs são os resgates e adoções, conversei com uma das amigas sobre minha ideia e ela achou útil e necessária. Então fui lá e fiz. O perfil é novo, acabou de sair do forno", conta a veterinária ao explicar que o projeto nasceu no dia 11 deste mês. 

Para atualizar o perfil no Instagram, Larissa gerencia um e-mail onde recebe fotos e históricos de animais que estão perdidos. Além de auxiliar a população de Campinas e região, o espaço é aberto para colaborar com ONGS. "A proposta é ajudar os animais perdidos a voltarem para casa e, claro, ajudar os donos a encontrar seus animais através das redes sociais, que na minha opinião são ferramentas que levam as notícias para bem longe, assim aumentando as chances do animal ser encontrado", afirma Larissa.

Para entrar em contato com o projeto, basta escrever para o e-mail patinhasperdidas@hotmail.com.

Fotos: Kaboompics e Reprodução Instagram, respectivamente.
Continue Lendo
© Blog da Hida | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.