Início Sobre contato anuncie recomendo

Celular: vilão ou aliado?

Seja para realizar e receber telefonemas ou até mesmo efetuar transações bancárias, o celular tornou-se o melhor companheiro do homem moderno. Contudo, de acordo com estudo realizado pela Deloitte – entidade de auditoria e consultoria empresarial –, o uso excessivo dos smartphones pode prejudicar a segurança e a vida conjugal das pessoas.

Por intermédio de pesquisa virtual, a Deloitte ouviu 53 mil usuários de smartphones em 31 países. No Brasil, o estudo contou com a participação de 2.005 pessoas com idades entre 18 e 55 anos. Entre os resultados verificados no cenário brasileiro, 15% dos respondentes disseram que já atravessaram a rua mexendo no celular. O risco para a segurança do usuário vai mais longe porque 12% disseram que já dirigiram interagindo com o smartphone.

Na hora de fazer as refeições, por exemplo, 35% dos participantes brasileiros do estudo contaram que checam o telefone móvel enquanto se alimentam e 30% confirmaram que têm pelo menos uma discussão de casal por semana por causa do excesso de uso do celular.

Especialista recomenda uso moderado do smartphone / Foto: Kaboompics
O coordenador de rádio Giuliano Santos Biondi, 32, faz parte do grupo de pessoas que não vivem sem o celular. “Eu uso todos os dias para coisas pessoais e do trabalho. Um dia fui atravessar a rua e uma bicicleta passou perto de mim e não vi porque estava mexendo no celular. Também já bati o rosto numa placa de rua porque estava entretido com o aparelho. Nesses momentos eu paro e reflito que preciso me controlar, mas na rotina do dia a dia, o celular sempre está comigo”, conta Biondi.

Na avaliação da psicóloga Rita Amálya Neves, o consumo de tecnologia sempre estará presente na vida das pessoas e junto com esse comportamento existem os fatores negativos e positivos.

“Hoje você consegue resolver uma situação pelo WhatsApp, por exemplo, e sem necessariamente precisar sair da sua casa. Mas o usuário que gosta de tecnologia precisa ter o pé no chão para encarar a vida no modo off-line também. Usar o celular na rua pode tornar a pessoa uma vítima de criminosos. Não se desligar do aparelho também traz prejuízos para os relacionamentos pessoais. Tudo deve ser avaliado”, alerta Rita.
Continue Lendo
© Blog da Hida | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.