Início Sobre contato anuncie recomendo

Amy minha filha [Editora Record]


Não lembro ao certo quantos anos eu tinha quando me peguei dançando e cantarolando sozinha ao som de Rehab. O que posso dizer é que Amy Winehouse, com uma voz marcante e inconfundível, lidera o ranking das minhas cantoras favoritas. Infelizmente, desde 23 de julho de 2011 Amy já não vive mais, porém quem acompanhou a carreira da artista sabe o quanto ela contribuiu para gêneros musicais como soul, jazz e R&B.

O post de hoje do Blog da Hida é sobre o livro Amy Minha Filha, escrito por Mitch Winehouse, o pai de Amy. Em um relato emocionante e rico em detalhes, Mitch mostra que desde a infância Amy se destacou por ser diferente das demais crianças. A biografia conta de maneira sincera e comovente como a cantora se tornou uma grande estrela e também como caiu no vício das drogas, morrendo prematuramente aos 27 anos. Além da narração completa sobre os principais momentos da vida da filha, o livro de Mitch traz fotos de Amy quando criança e muitos desenhos que ela fez ainda na época da escola, deixando o leitor próximo da realidade da cantora. 

Amy iniciou a carreira musical quando ainda era adolescente. Na época, fazia apresentações em pequenos bares e clubes de jazz de Londres. A sua primeira aparição foi em 2003, com o lançamento do disco Frank. Contudo, foi apenas em 2006, com o álbum Back to Black, que Amy ganhou destaque. Back to Black vendeu seis milhões de cópias e em 2007 se tornou um dos discos mais vendidos.

Apesar do sucesso, a carreira de Amy foi várias vezes ofuscada por problemas pessoais, principalmente o casamento conturbado com Blake Fielder, uma vez que as brigas do casal sempre estampavam as manchetes dos jornais. Além disso, o envolvimento com álcool e drogas prejudicou a imagem da cantora. 

Amy Winehouse foi encontrada morta em sua casa em Londres no ano de 2011. De acordo com os médicos, a causa da morte foi intoxicação por álcool.
Obra: Amy Minha Filha
Autor: Mitch Winehouse
Tamanho: 348 páginas
Diferencial: tem fotos de arquivo pessoal da cantora e possui desenhos de Amy na época da escola
Preço: R$ 28
Editora: Record
Onde comprar: Saraiva e Livraria Cultura 


Aqui eu precisei usar prendedores de páginas para conseguir fotografar os detalhes do livro

10 comentários:

  1. Oi Hida! Confesso que fico "comovida demais" com Biografias, principalmente de personagens como a Amy, que tiveram um destino assim tão intenso e ao mesmo tempo triste... Mas, por outro lado, precisamos também separar um pouco a vida pessoal da obra do artista, não é? O trabalho da Amy é inesquecível mesmo!

    Ah, posta outros livros sim! <3 Dicas literárias são sempre uma boa pedida :)

    Beijos e até breve!
    Rebeca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Rebeca! Obrigada pela visita e participação aqui no blog. Adorei ler a sua mensagem. Amy foi intensa e dona de um talento incrível.

      Excluir
  2. Adorei o post com a resenha desse livro, já li um pouco do livro e os relatos são emocionantes

    Bjss

    www.adrianequaresma.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Adriane! Fico feliz que você tenha gosta do post. Obrigada pela visita e comentário aqui no blog ;)

      Excluir
  3. Eu gostava muito da Amy mas confesso, não sei se leria esse livro, não gosto do pai dela, ele fez mal a ela sei lá..
    Mas curti o post e a resenha, as fotos ficaram lindas.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio! Ainda preciso melhorar em fotos rsrsrs A gente nunca vai saber tudo da vida de uma pessoa né? Abraço.

      Excluir
  4. Vc já viu o documentário dela que saiu a pouco? Ouvi dizer que o documentário contradiz totalmente o livro, disseram até que dá mta raiva do pai dela pq essa biografia foi escrita como se ele fosse bom pra ela, mas que era bem o contrário...
    Nao vi nem o filme e nem li o livro, mas gosto muito dela como artista. Se foi cedo!

    Beijos
    Camila

    www.sejabelissima.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila! Não vi o documentário. Vou atrás do material. Obrigada pela dica e participação aqui no blog ;)

      Excluir
  5. Até hoje não me conformo com a morte dela. Sempre amei, sua voz meio rouca e inconfundível. De todas as músicas, acho que a minha preferida é Will you still love me tomorrow, conhece?

    Sobre o livro, a única coisa que posso dizer é que quero muito, apesar de ser triste, sei lá.

    Amei o post, o blog... Tá tudo maravilhoso ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paty! Obrigada pela visita e carinho. Sim, conheço essa música. A voz de Amy era demais. Leia o livro. Você vai gostar. Ele soa como memórias, não tem um ar triste.

      Excluir

Hey! Obrigada pela visita :) O seu comentário é muito importante para mim!

© Blog da Hida | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.